Menu
Menu
Busca segunda, 22 de abril de 2024
Justiça

Condenados por matar jovem em lava a jato continuam 'soltos' em Campo Grande

Juiz expediu os mandados de prisão para William Enrique Larrea, e Thiago Giovanni Demarco Sena, condenados a 12 anos de prisão pela morte de Wesner Moreira da Silva aos 17 anos, contudo, a dupla segue 'livre'

23 fevereiro 2024 - 16h36Vinícius Santos     atualizado em 23/02/2024 às 16h45

William Enrique Larrea, de 37 anos, e Thiago Giovanni Demarco Sena, de 27 anos, estão com mandados de prisão em 'aberto' desde 16 de fevereiro pela Justiça, mas ainda não foram presos pelas autoridades. Ambos foram condenados a 12 anos de prisão em regime fechado pela morte de Wesner Moreira da Silva, de 17 anos, em Campo Grande, no ano de 2017. 

O crime chocou Campo Grande, quando os acusados, segundo investigações, introduziram uma mangueira de lava a jato no ânus da vítima, resultando em graves lesões que culminaram na morte do jovem.

Os mandados de prisão foram enviados à Delegacia Especializada de Polinter e Capturas (POLINTER) e à DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), com o intuito de efetuar a prisão dos condenados pelo assassinato. No entanto, até o momento, eles permanecem em liberdade.

Thiago e William recorreram da sentença, alegando que o julgamento foi injusto e que houve falhas no processo. Apesar disso, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) manteve a condenação, afirmando não haver irregularidades que justificassem a anulação do júri.

Diante da decisão desfavorável no TJMS, o juiz responsável pelo caso expediu os mandados de prisão. O JD1 Notícias entrou em contato com a Delegacia Especializada de Polinter e Capturas (POLINTER) e com a DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) em busca de informações sobre possíveis diligências para cumprimento dos mandados, mas até o momento não obteve retorno.

Em outra ocasião, ss defesas dos acusados também foram procuradas. O advogado João Carlos, responsável pela defesa de William, informou que a família do acusado já foi informada sobre a situação e que a apresentação dele às autoridades deve ocorrer em breve, sem especificar data ou local.

Já a defesa de Thiago, representada pelo advogado Wesley Roriz, comunicou que a situação "está sendo resolvida internamente com a família do apenado". Para a reportagem, a defesa preferiu não fornecer mais detalhes, alegando que "estamos analisando todas as circunstâncias".

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imagem ilustrativa
Justiça
STF 'derruba' lei de MS que facilitava acesso ao porte de arma
Dinheiro apreendido na operação contra o grupo criminoso -
Justiça
Vereador de Campo Grande e outros 21 viram réus por corrupção em Sidrolândia
Presídio de Segurança Máxima em Campo Grande
Justiça
Promotoria quer mais 'rigidez' na apuração de faltas disciplinares em presídios de MS
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Justiça
MPMS investiga fraude em concurso da prefeitura de Sonora e recomenda suspensão
O corpo da vítima foi encontrado carbonizado, com algemas nas mãos e marcas de tiros -
Justiça
'Vitinho do Carandiru' é julgado por assassinato brutal em Campo Grande
STF; justiça
Justiça
STF diz que delegados e MP podem solicitar informações de celular sem autorização judicial
Justiça condena homem por uso de CNH falsa após acidente em Campo Grande
Justiça
Justiça condena homem por uso de CNH falsa após acidente em Campo Grande
Dinheiro apreendido na operação contra o grupo criminoso -
Justiça
Escândalo em Sidrolândia, conheça os nomes e as denúncias
Sede do Gaeco - MPMS
Justiça
Juiz nega internação hospitalar para assessor de vereador preso em operação
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Defesa de Claudinho Serra reafirma pedido de liberdade e propõe tornozeleira eletrônica

Mais Lidas

AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Polícia
AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Emocionados, vários miliares acompanharam o velório do Capitão
Polícia
Velório de Capitão do Choque arrancou lágrimas até dos mais "durões"
Capitão Leonardo Mense partiu durante a noite de sábado (21)
Polícia
'Imenso legado': Capitão Mense é homenageado por autoridades e instituições de MS
JD1TV: Mulher morre ao ser atropelada várias vezes pelo namorado na Capital
Polícia
JD1TV: Mulher morre ao ser atropelada várias vezes pelo namorado na Capital