Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Justiça

Decisão sobre proteção de vias ganha unanimidade no STF

A medida atende a pedido do advogado-geral da União, Jorge Messias

13 janeiro 2023 - 12h50Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

Depois que o ministro Alexandre de Moraes, determinou na quarta-feira (11) que às forças de segurança pública de todo o país impedisse, qualquer tentativa de bloqueio de vias urbanas e rodovias, o  plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, manter a decisão.

A medida foi julgada no plenário virtual. Todos os ministros seguiram o voto do relator. A maioria já havia sido alcançada por volta do meio-dia de ontem.

A medida atende a pedido do advogado-geral da União, Jorge Messias, que solicitou providências diante da convocação de atos golpistas para a quarta-feira em todo o país. Na petição, o AGU anexou panfletos e mensagens de grupos extremistas no aplicativo de mensagens Telegram.

No voto de quinta-feira, seguido pela unanimidade dos ministros, Moraes replicou sua liminar (decisão provisória). Nela, ele argumenta que as informações fornecidas pela AGU “demonstram a existência de organização criminosa que visa a desestabilizar as instituições republicanas”.

No pedido que fez ao Supremo, o advogado-geral alertou que o país “encontra-se na iminência de grave situação”, semelhante à observada no domingo (8), quando grupos de radicais golpistas invadiram e depredaram amplamente o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e a sede do STF, prédios públicos que ficam na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Ainda segundo a decisão, qualquer pessoa flagrada bloqueando vias e forçando a entrada em prédios públicos deve ser presa em flagrante, ficando também sujeita a multa de R$ 20 mil. Se houver empresas envolvidas, a multa determinada foi de R$ 100 mil. Veículos utilizados devem ser identificados e apreendidos.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Urna eleitoral eletrônica
Justiça
Concluído: testes em urnas eletrônicas reiteram que sistema de votação é seguro
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cristiano Zanin
Justiça
Zanin suspende por 60 dias decisão de reoneração da folha de pagamentos
Prédio do Fórum de Campo Grande passa por reformas e contará com novo monumento
Justiça
Concurso escolherá monumento do Fórum da Capital
STF; justiça
Justiça
STF julga assédio judicial contra jornalistas
STJ decide que demora em fila de banco não gera dano moral presumido
Justiça
STJ decide que demora em fila de banco não gera dano moral presumido
Imagem: Arquivo/
Justiça
MPMS se posiciona contra anulação de acordo para desmatamento no Parque dos Poderes
Tiago Vargas e Lívio Viana Leite -
Justiça
Tiago Vargas é condenado por coação contra médico da Ageprev
TSE começa a julgar recursos para cassação de Moro
Justiça
TSE começa a julgar recursos para cassação de Moro
Treta no estabelecimento terminou com um homem ferido e um PM preso
Justiça
PM que atirou em homem em bar na Capital tem acusação 'aliviada' pelo MPMS
A condenação se deu por lesão corporal leve e injúria estando em serviço
Justiça
Juiz manda prender homem acusado de matar mulher queimada em MS

Mais Lidas

Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Geral
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'