Menu
Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2024
Secovi
Justiça

Denúncias de assédio eleitoral continuam mesmo com o fim das eleições

Relatos subiram quase 10 vezes em relação ao registrado em 2018

15 dezembro 2022 - 15h27Pedro Molina

Dados do Ministério Público do Trabalho (MPT), divulgados nesta quinta-feira (15), mostram que o órgão continua recebendo denúncias de assédio eleitoral em empresas, subindo de 2,3 mil para 3,2 mil mesmo com o fim das eleições deste ano.

As informações foram apresentadas em um relatório entregue pelo procurador-geral do MPT, José de Lima Ramos Pereira, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes.

“Até agora foram 3,2 mil denúncias, sendo que os casos continuaram a ser relatados após as eleições. Isso significa que algumas pessoas só denunciaram depois, mas outras ainda estão sofrendo assédio eleitoral, perdendo seus empregos por não concordar com algum candidato”, explicou o procurador-geral.

Em 2018, foram registradas 232 acusações desse tipo, número 10 vezes menor que o registrado neste ano, e no relatório o MPT explicou que ações o órgão vem tomado para combater o assédio eleitoral.

“Nada é igual ao que ocorreu em 2022. O que vem sendo concluído é que nós estamos diante de uma nova situação. Será que os empregadores que fizeram isso acreditam que criaram uma nova situação? O principal foco das nossas ações é o pedagógico, punir quem tem que ser punido para que não volte a ocorrer nas próximas. Todos têm que ter a liberdade de escolher seu voto. O MPT fez sua função”, completou Pereira.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Justiça
TCE-MS suspende leilão de veículos em Paranaíba por indícios de irregularidades
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Interior
Prefeitura de Bandeirantes é multada em R$ 1 milhão por poluição ambiental
Produtor rural investigado por supressão de vegetação fecha acordo de R$ 10 mil com MPMS
Interior
Produtor rural investigado por supressão de vegetação fecha acordo de R$ 10 mil com MPMS
Juliano Ferro - Foto: Reprodução / Assessoria Prefeitura Municipal De Ivinhema
Interior
TCE-MS aplica multa a gestores de Ivinhema por 'infrações' em processo de licitação
Prefeita de Naviraí, Rhaiza Rejane Neme de Matos -
Interior
TCE multa prefeita e ex-gerente de saúde de Naviraí por irregularidades em licitação
A condenação se deu por lesão corporal leve e injúria estando em serviço
Justiça
Júri absolve pela 2ª vez acusado de matar homem por dívida de R$ 79 na Capital
Sergio Moro
Política
Tribunal Superior Eleitoral rejeita pedidos de cassação de Sérgio Moro
Deputada Carla Zambelli e o hacker Walter Delgatti
Justiça
STF torna Zambelli e Delgatti réus por invasão ao sistema do CNJ
Senador Sérgio Moro
Justiça
AO VIVO: TSE dá início a julgamento de Sérgio Moro
Ministro Alexandre de Moraes
Justiça
STF suspende lei que proibia linguagem neutra nas escolas

Mais Lidas

Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
O motociclista foi carbonizado durante a colisão
Polícia
Pneu estourado teria causado acidente que matou motociclista carbonizado na BR-163
Amalha era corretora de imóveis
Polícia
Mulher encontrada morta no Porto Seco era corretora de imóveis
Vítima estava em uma área de mata
Polícia
AGORA: Mulher é encontrada morta com vários ferimentos no corpo no Los Angeles