Menu
Menu
Busca domingo, 23 de junho de 2024
TJMS - Jun24
Justiça

Gaeco investigará golpistas

"Vão haver prisões em MS", garantiu uma das autoridades da investigação ao JD1

12 janeiro 2023 - 14h42Pedro Molina     atualizado em 12/01/2023 às 16h28

O Procurador-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, Alexandre Magno Benites, criou um grupo de trabalho para acompanhar a repercussão em nível estadual da invasão terrorista às sedes dos Três Poderes em Brasília no último domingo (8). Além disso, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) terá participação nas investigações.

Mato Grosso do Sul está entre os estados com o maior número de financiadores dos movimentos que culminaram na invasão do Congresso, Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto, além de contar com vários sul-mato-grossenses presos pela depredação aos prédios dos três poderes.

O procurador-geral se reuniu com Eduardo Riedel nesta terça-feira (10), um dia após o governador se encontrar com o presidente Lula, ministros do STF, presidentes da Câmara e Senado e demais governadores.

O grupo será formado pelo procurador-geral adjunto de Justiça Institucional, Paulo César Zeni, que liderará o grupo, a procuradora de Justiça e coordenadora do Gaeco, Ana Lara Camargo de Castro, a promotora de Justiça e assessora especial do procurador-geral de justiça, Cristiane Mourão Leal Santos,  o procurador de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais e do Controle Externo da Atividade Policial, Helton Fonseca Bernardes, e a promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo Criminal, Renata Ruth Fernandes Goya Marinho.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios insiste em julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos quer que processo sobre Omertà fique em MS
Ex-servidor do setor de Compras e Licitações de Sidrolândia, Tiago Basso -
Interior
JD1TV: Confira um dos depoimentos da delação em Sidrolândia
Oi S/A -
Justiça
Recurso do MP pede devolução em dobro de ICMS cobrado indevidamente pela Oi em MS
Local periciado
Cidade
MP recorre contra absolvição de 'Xande' acusado de matar adolescente em Campo Grande
Estado deve pagar R$ 108 mil à família de PM morto por covid-19 em MS
Justiça
Estado deve pagar R$ 108 mil à família de PM morto por covid-19 em MS
Ex-major Sergio Roberto de Carvalho
Justiça
TJ nega recurso e mantém absolvição de integrantes do grupo 'Major Carvalho'
AO VIVO: STF retorna julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha
Justiça
AO VIVO: STF retorna julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha
Dívidas com a Justiça poderão ser pagas de forma parcelada no crédito em MS
Justiça
Dívidas com a Justiça poderão ser pagas de forma parcelada no crédito em MS

Mais Lidas

Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande