Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Justiça manda Comper pagar R$ 41,2 mil a cliente assaltada no estacionamento

Supermercado terá que indenizar vítima de assalto na loja de Cuiabá

08 fevereiro 2020 - 13h15Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) condenou uma unidade da rede de supermercados Comper, com loja em Cuiabá – Mato Grosso, a indenizar Junia Ecleia do Carmo Gruimarães, que foi roubada no estacionamento do estabelecimento, em 19 de novembro de 2013

O roubo aconteceu em Cuiabá, antes da vítima se mudar para Campo Grande. De acordo com os autos, a vítima chegou ao supermercado com o veículo da sua empresa de refrigeração [Emiliano França Júnior – ME], deixou no estacionamento do estabelecimentoe foi fazer compras.

Ao retornar, ela foi abordada por dois homens armados que levaram o automóvel, documentos pessoais, cartões de crédito e outros objetos pertencentes a empresa. O caso foi registrado na polícia. Entretanto, o veículo não foi encontrado.

Ao pedir a indenização, a vítima alegou que o carro era financiado e que ainda faltavam 23 parcelas para ser quitado. Argumentou ainda que sem o bem e com a obrigação do pagamento sua empresa acabou indo a falência.

O supermercado, por sua vez, alegou no processo que a mulher não tinha provas de que o veículo esteve no estacionamento e nem que o roubo ocorreu dentro do estabelecimento.

Em sua sentença, o juiz Wilson Leite Corrêa, 5ª Vara Cível de Campo Grande, alegou que os elementos contidos no processo geraram a conclusão de que o roubo do carro ocorreu efetivamente no estacionamento da empresa.

Por isso, o juiz condenou a empresa a indenizar a mulher pelo dano material, que foi a perda do veículo, estipulando como valor o preço de mercado do automóvel, R$ 31,2 mil e ainda R$ 10 mil pelos danos morais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Justiça condena seguradora e oficina a pagar R$ 27,3 mil à cliente
Justiça
Dinheiro de ações criminais em Três Lagoas será liberado para combate à coronavírus
Justiça
Justiça proíbe manifestações, e multa chega a R$ 100 mil para quem desobedecer
Justiça
Igrejas poderão pagar R$ 50 mil de multa diária se abrirem as portas
Justiça
Justiça Federal autoriza Cervejaria Bamboa a fabricar álcool em gel
Justiça
Gilmar Mendes decide manter recomendação de soltar presos devido à pandemia
Justiça
STF barra pagamento de dívida e MS terá R$ 30 milhões mensais para combate à epidemia
Justiça
Justiça absolve pastor vice-presidente de abrigo acusado de estuprar adolescente
Justiça
Defesa usa coronavírus para "soltar" Jamil e juiz nega pedido
Justiça
Cartórios suspendem atendimento presencial por tempo indeterminado

Mais Lidas

Geral
Energisa negociará contas com um dia de atraso
Política
‘TJMS suspende manifestações em Campo Grande’ diz Marquinhos
Política
PC do B terá candidato a prefeito em Antônio João
Educação
Inep publica cronograma de inscrições, requerimentos e provas do Enem