Menu
Menu
Busca quarta, 12 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Justiça

Moraes atende pedido da PGR e inclui Bolsonaro nas investigações de atos em Brasília

Ex-presidente será investigado junto de outros "autores intelectuais" e instigadores dos ataques terroristas ocorridos no último dia 8

14 janeiro 2023 - 11h07Pedro Molina

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na noite desta sexta-feira (13) atender ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e incluir o nome do ex-presidente Jair Bolsonaro nas investigações dos atos terroristas em Brasília.

O pedido para inclusão de Bolsonaro no inquérito foi feito mais cedo no mesmo dia, e tem como objetivo incluir todos os "autores intelectuais" e instigadores dos atos que ocorreram em Brasília no último dia 8, quando terroristas invadiram e depredaram as sedes dos Três poderes em Brasília.

A decisão do ministro ocorre de um entendimento que um pronunciamento de Bolsonaro, postado e depois apagado das redes sociais no dia 10 de janeiro, foi uma das situações em que o presidente se posicionou, “em tese”, de forma antidemocrática contra as instituições.

"O pronunciamento do ex-presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, se revelou como mais uma das ocasiões em que o então mandatário se posicionou de forma, em tese, criminosa e atentatória às instituições, em especial o Supremo Tribunal Federal – imputando aos seus ministros a fraude das eleições para favorecer eventual candidato – e o Tribunal Superior Eleitoral –, sustentando, sem quaisquer indícios, que o resultado das Eleições foi é fraudado", escreveu o ministro.

A defesa do ex-presidente divulgou uma nota em que afirmou que Bolsonaro sempre repudiou os atos ilegais e criminosos e foi um defensor da Constituição e da democracia, além de afirmar que o ex-chefe do executivo jamais teve qualquer participação em "movimentos sociais espontâneos".

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

CCJ da Câmara em sessão que aprovou PEC das Drogas
Política
PEC das drogas é aprovada com placar de 47 a 17
Estabelecimento Penal Jair Ferreira De Carvalho, a Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande
Justiça
MPMS pede fim das cantinas nas prisões de Mato Grosso do Sul
Ministério Público investiga incêndios no Pantanal sul-mato-grossense
Justiça
Ministério Público investiga incêndios no Pantanal sul-mato-grossense
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Advogado de Claudinho Serra quer acesso a delação após ex-servidor 'abrir o bico'
Hugo e Rubia
Justiça
Dada como 'perigosa', Rúbia deve voltar à prisão pelo esquartejamento de jogador
Partes do corpo da vítima desmembrado foram encontradas às margens de rodovia.
Interior
Mulher acusada de matar e esquartejar marido em MS pede afastamento de qualificadoras
Desembargador Júlio Roberto Siqueira Cardoso /
Justiça
Desembargador Júlio Siqueira se despede do TJMS após 40 anos de serviço
Ex-presidente Jair Bolsonaro com o ex-ministro general Walter Braga Netto
Justiça
Ministro aceita recurso e anula uma das condenações de Bolsonaro e Braga Netto
Local periciado
Justiça
Júri absolve "Xande", acusado de matar jovem de 14 anos na Capital
STF suspende lei que proíbe linguagem neutra em GO e MG; MS permanece com proibição
Justiça
STF suspende lei que proíbe linguagem neutra em GO e MG; MS permanece com proibição

Mais Lidas

Imagem ilustrativa
Polícia
Mulher com bebê no colo é ferida com tiro em 'briga' de trânsito no Coophavila
Sexta-feira não será feriadão
Geral
Sexta-feira não será feriadão
Depac DDOS
Polícia
Mãe sofre acidente ao saber da morte do filho de 16 anos em Dourados
Corpo foi encontrado dentro do Rio Anhanduí
Polícia
AGORA: Mulher com perfuração na barriga é encontrada boiando no Rio Anhanduí