Menu
Menu
Busca sábado, 22 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Justiça

Moraes determina que União dê medicamento de R$ 16 mi para criança com doença rara

Victor Yudi Pecete, de 5 anos, foi diagnosticado com Distrofia Muscular de Duchenne e não tem chance de vida a médio e longo prazo sem o remédio

29 maio 2024 - 19h11Pedro Molina

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a União pague a aplicação de um medicamento de aproximadamente R$ 16 milhões para Victor Yudi Pecete, de 5 anos, diagnosticado com Distrofia Muscular de Duchenne.

Duchenne é uma doença neuromuscular genética, um distúrbio degenerativo progressivo e irreversível no tecido muscular, em especial a musculatura esquelética, que recobre todo o esqueleto e está presa aos ossos. A doença também afeta a musculatura cardíaca e o sistema nervoso.

Segundo o portal Metrópoles, que noticiou a história do garoto, ele não tem chance de vida a médio e longo prazo sem a aplicação do medicamento Elevidys, utilizando no tratamento da doença.

O medicamento não tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e a família ingressou na Justiça em busca da aplicação do medicamento, porém, apesar do parecer favorável da perícia e do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) negou o pedido.

A família recorreu da decisão na Suprema Corte, onde Moraes apontou que a negativa do TRF-1 ignorou os princípios do Tema 500 do STF, que rege a oferta de medicamentos ainda não registrados na Anvisa.

Segundo o Tema 500, existe a possibilidade de oferta do medicamento nos casos em que há pedido de registro, reconhecimento em renomadas agências de regulação no exterior e inexistência de substituto terapêutico no Brasil.

No caso do Elevidys, o medicamento tem solicitação de registro na Anvisa, é reconhecido nos EUA pela FDA, órgão regulador norte-americano, e não tem fármaco semelhante para o tratamento no Brasil.

“Determino que a União forneça o medicamento Elevidys, em benefício da parte ora requerente. O fármaco deverá ser administrado por equipe e em instituição hospitalar indicada pela autoridade competente, que também deverá arcar com as despesas de deslocamento da menor e de acompanhante, caso necessárias”, assinalou o ministro.

 

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos quer que processo sobre Omertà fique em MS
Ex-servidor do setor de Compras e Licitações de Sidrolândia, Tiago Basso -
Interior
JD1TV: Confira um dos depoimentos da delação em Sidrolândia
Oi S/A -
Justiça
Recurso do MP pede devolução em dobro de ICMS cobrado indevidamente pela Oi em MS
Local periciado
Cidade
MP recorre contra absolvição de 'Xande' acusado de matar adolescente em Campo Grande
Estado deve pagar R$ 108 mil à família de PM morto por covid-19 em MS
Justiça
Estado deve pagar R$ 108 mil à família de PM morto por covid-19 em MS
Ex-major Sergio Roberto de Carvalho
Justiça
TJ nega recurso e mantém absolvição de integrantes do grupo 'Major Carvalho'
AO VIVO: STF retorna julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha
Justiça
AO VIVO: STF retorna julgamento sobre a descriminalização do porte de maconha
Dívidas com a Justiça poderão ser pagas de forma parcelada no crédito em MS
Justiça
Dívidas com a Justiça poderão ser pagas de forma parcelada no crédito em MS
Pedágio da CCR MSVia na rodovia federal BR-163
Política
Deputados de MS movem ação judicial para 'barrar' reajustes de pedágio na BR-163

Mais Lidas

Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Breno Souza Firmino, de apenas 16 anos, atuava como volante na equipe SUB-17 da Portuguesa
Polícia
Adolescente de time de MS morre na Capital
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento