Menu
Menu
Busca quarta, 12 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Justiça

MPF cobra Twitter sobre ações contra incitação de ataques em escolas

Empresa tem prazo de 10 dias para fornecer dados ao órgão

11 abril 2023 - 19h11Pedro Molina, com informações da Folha de S. Paulo
Fiems Mobile

O Ministério Público Federal em São Paulo solicitou ao Twitter que a empresa informe se está tomando alguma medida para moderar publicações que possam estar incitando jovens a cometerem violência e atendados a escolas no Brasil.

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão enviou à diretoria jurídica do Twitter Brasil um ofício onde solicita, no prazo de dez dias, uma série de informações referentes ao assunto.

A rede deve informar quais perfis e conteúdos foram apontados pelo Ministério da Justiça como de necessária moderação, por conterem palavras-chave sobre ataques a escolas, além de informar quais desses conteúdos foram efetivamente moderados pela rede social.

Além disso, o órgão solicitou informações sobre "outras providências adotadas, nesse período, em termos de moderação de conteúdos relacionados a ameaças de ataques a escolas" e explique se tem planos de elaborar protocolos no médio prazo.

Reportar Erro
Fiems Mobile

Deixe seu Comentário

Leia Também

CCJ da Câmara em sessão que aprovou PEC das Drogas
Política
PEC das drogas é aprovada com placar de 47 a 17
Estabelecimento Penal Jair Ferreira De Carvalho, a Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande
Justiça
MPMS pede fim das cantinas nas prisões de Mato Grosso do Sul
Ministério Público investiga incêndios no Pantanal sul-mato-grossense
Justiça
Ministério Público investiga incêndios no Pantanal sul-mato-grossense
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Advogado de Claudinho Serra quer acesso a delação após ex-servidor 'abrir o bico'
Hugo e Rubia
Justiça
Dada como 'perigosa', Rúbia deve voltar à prisão pelo esquartejamento de jogador
Partes do corpo da vítima desmembrado foram encontradas às margens de rodovia.
Interior
Mulher acusada de matar e esquartejar marido em MS pede afastamento de qualificadoras
Desembargador Júlio Roberto Siqueira Cardoso /
Justiça
Desembargador Júlio Siqueira se despede do TJMS após 40 anos de serviço
Ex-presidente Jair Bolsonaro com o ex-ministro general Walter Braga Netto
Justiça
Ministro aceita recurso e anula uma das condenações de Bolsonaro e Braga Netto
Local periciado
Justiça
Júri absolve "Xande", acusado de matar jovem de 14 anos na Capital
STF suspende lei que proíbe linguagem neutra em GO e MG; MS permanece com proibição
Justiça
STF suspende lei que proíbe linguagem neutra em GO e MG; MS permanece com proibição

Mais Lidas

Imagem ilustrativa
Polícia
Mulher com bebê no colo é ferida com tiro em 'briga' de trânsito no Coophavila
Sexta-feira não será feriadão
Geral
Sexta-feira não será feriadão
Depac DDOS
Polícia
Mãe sofre acidente ao saber da morte do filho de 16 anos em Dourados
Corpo foi encontrado dentro do Rio Anhanduí
Polícia
AGORA: Mulher com perfuração na barriga é encontrada boiando no Rio Anhanduí