Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Justiça

Pelas leis espanholas, Daniel Alves estará em regime semiaberto em 2025

O jogador foi sentenciado a 4 anos e 6 meses de prisão por estupro

22 fevereiro 2024 - 18h42Carla Andréa, com g1

Daniel Alves foi acusado e julgado por estuprar uma jovem, que na época tinha 23 anos, na boate Sutton, em Barcelona, no ano de 2022. O julgamento do jogador durou três dias, e hoje (22) o resultado saiu, dando 4 anos e 6 meses de pena para ele.

No entanto, o brasileiro poderá ter direito ao regime semiaberto em abril de 2025, pois a pena dele começa a contar a partir da prisão, em janeiro de 2025.

Segundo as leis espanholas, condenados a menos de cinco anos de prisão podem pedir progressão para o semiaberto, na qual podem sair da penitenciária pela manhã, e retornar somente à noite, buscando reintegrá-lo à sociedade. Nesse período, ele poderá trabalhar ou ficar com a família.

O tribunal espanhol deu 4 anos de prisão a Daniel Alves alegando uma circunstância atenuante de reparação do dano, ao considerar que antes do julgamento, a defesa pagou 150 mil euros ao tribunal, para ser entregue a vítima, representando “uma vontade reparadora”. O valor foi pago pela família do jogador Neymar.

A vítima se manifestou a respeito do resultado do julgamento, e disse que se sente ouvida e justiçada.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Defensores públicos veem iniciativa de Aras como uma ameaça ao acesso à Justiça para as pessoas pobres e vulneráveis
Justiça
PGR defende que STF derrube o marco temporal
Eduardo Cunha
Justiça
Em entrevista, Eduardo Cunha diz acreditar na inocência de Chiquinho Brazão
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
Justiça
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Justiça
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Divulgação -
Justiça
TJMS lança aplicativo "e-Mandado" para aprimorar o cumprimento de mandados judiciais
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Interior
TCE-MS aplica multa a secretário de educação por falhas na gestão de fundo educacional
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Justiça
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Imagem Ilustrativa
Justiça
União deve indenizar vítimas de operações policiais, determina STF
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Prisão de Claudinho Serra é defendida por juiz de Sidrolândia em manifestação ao TJMS
Edson Giroto
Justiça
Justiça procura Giroto para responder ação por enriquecimento ilícito

Mais Lidas

JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Geral
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Polícia
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Acidente congestionou rodovia
Polícia
AGORA: Grave acidente deixa pessoas mortas na BR-163, próximo a Anhanduí