Menu
Menu
Busca quinta, 13 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Justiça

PGE recorre para manter acordo de desmatamento no Parque dos Poderes

Entendimento prevê compensações ambientais na área

24 maio 2024 - 10h20Vinícius Santos     atualizado em 24/05/2024 às 10h22

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, através da Procuradoria-Geral do Estado (PGE/MS), recorreu ao Tribunal de Justiça do Estado (TJMS) buscando reverter a anulação de um acordo para desmatamento no Parque dos Poderes. A ação foi uma resposta à sentença do juiz Ariovaldo Nantes Corrêa, que invalidou o acordo, o qual previa o desmatamento de uma área de 10,68 hectares.

O juiz Corrêa cancelou o acordo com duras críticas e alegou falta de observância do devido processo legal. O acordo, anteriormente homologado pela juíza Elisabeth Rosa Baisch, foi firmado entre o Ministério Público Estadual (MPMS), o Governo de Mato Grosso do Sul e o Instituto de Meio Ambiente do Estado (Imasul), com a participação do Tribunal de Justiça e da Defensoria Pública, todas instituições envolvidas na questão.

O recurso, protocolado nesta quinta-feira (23) pela procuradora-geral do Estado, Ana Carolina Ali Garcia, Márcio André Batista de Arruda e Caio Gama Mascarenhas, visa a manutenção do acordo, argumentando a importância do mesmo para a proteção ambiental e para a melhoria da infraestrutura dos órgãos públicos instalados no Parque dos Poderes.

O pedido de liminar para suspender a sentença de Ariovaldo Nantes Corrêa será analisado pelo juiz relator Vitor Luís de Oliveira Guibo, da 2ª Câmara Cível do TJMS

Acordo Cancelado - previa a compensação de eventuais desmates para intervenções no entorno das secretarias, dentro do Complexo dos Poderes, exceto em casos de impossibilidade técnica do ponto de vista ambiental. Também proíbe a criação de novas áreas de supressão arbórea, mesmo por lei, e estabelece a realização de audiências públicas para cada desmatamento.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

CCJ da Câmara em sessão que aprovou PEC das Drogas
Política
PEC das drogas é aprovada com placar de 47 a 17
Estabelecimento Penal Jair Ferreira De Carvalho, a Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande
Justiça
MPMS pede fim das cantinas nas prisões de Mato Grosso do Sul
Ministério Público investiga incêndios no Pantanal sul-mato-grossense
Justiça
Ministério Público investiga incêndios no Pantanal sul-mato-grossense
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Advogado de Claudinho Serra quer acesso a delação após ex-servidor 'abrir o bico'
Hugo e Rubia
Justiça
Dada como 'perigosa', Rúbia deve voltar à prisão pelo esquartejamento de jogador
Partes do corpo da vítima desmembrado foram encontradas às margens de rodovia.
Interior
Mulher acusada de matar e esquartejar marido em MS pede afastamento de qualificadoras
Desembargador Júlio Roberto Siqueira Cardoso /
Justiça
Desembargador Júlio Siqueira se despede do TJMS após 40 anos de serviço
Ex-presidente Jair Bolsonaro com o ex-ministro general Walter Braga Netto
Justiça
Ministro aceita recurso e anula uma das condenações de Bolsonaro e Braga Netto
Local periciado
Justiça
Júri absolve "Xande", acusado de matar jovem de 14 anos na Capital
STF suspende lei que proíbe linguagem neutra em GO e MG; MS permanece com proibição
Justiça
STF suspende lei que proíbe linguagem neutra em GO e MG; MS permanece com proibição

Mais Lidas

Estátua em homenagem ao cantor João Carreiro
Comportamento
Vai ter estátua! Mesmo com polêmicas, 'Tributo a João Carreiro' acontece nesta quarta
Rua 14 de Julho
Geral
Abre e fecha de Santo Antônio: Confira o que funciona na Capital no feriado
Sexta-feira não será feriadão
Geral
Sexta-feira não será feriadão
Idoso tentou atravessar a pista e morreu atropelado
Polícia
JD1TV AGORA: Idoso morre atropelado ao atravessar fora da faixa na Av. Tamandaré