Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Secovi
Justiça

PGR denuncia Moro ao STF por calúnia contra Gilmar Mendes

Representação se refere a um vídeo que circula nas redes sociais onde o ex-juiz fala sobre "comprar um habeas corpus" com o ministro

18 abril 2023 - 15h53Pedro Molina

A Procuradoria Geral da República (PGR) apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (17), uma denúncia contra o senador Sergio Moro (União-PR) por calúnia contra o ministro Gilmar Mendes.

O vídeo em questão mostra um trecho de fala do senador, onde ele diz que compraria um habeas corpus com o ministro. "Isso é fiança do instituto, para comprar um habeas corpus do Gilmar Mendes”, diz o parlamentar no trecho que circula nas redes sociais.

Na denúncia, a vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pede a condenação do ex-juiz e cita agravantes como o suposto crime ter ocorrido contra funcionário público, na presença de várias pessoas e contra pessoa com mais de 60 anos.

Em nota divulgada por Moro, ele afirma que foram utilizados trechos do vídeo, que foram editados fora de contexto.

"Os fragmentos do vídeo editado e divulgado por terceiros não revelam qualquer acusação contra o ministro Gilmar Mendes. O senador Sergio Moro sempre se pronunciou de forma respeitosa em relação ao Supremo Tribunal Federal e seus ministros, mesmo quando provocado ou contrariado. Jamais agiu com intenção de ofender ninguém e repudia a denúncia apresentada de forma açodada pela PGR, sem base e sem sequer ouvir previamente o senador", comentou.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corregedoria deve verificar in loco o funcionamento do TJMS
Justiça
Juiz do Amapá é investigado e afastado cautelarmente por ligações com facções
TRE-MS desaprova contas do PSOL/MS e exige devolução de R$ 23 mil
Justiça
TRE-MS desaprova contas do PSOL/MS e exige devolução de R$ 23 mil
Imagem: Arquivo/
Justiça
PGE recorre para manter acordo de desmatamento no Parque dos Poderes
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Justiça
TCE-MS orienta gestores sobre condutas vedadas em ano eleitoral
Silas e Aysla foram mortos por engano
Geral
Justiça aceita denúncia e torna réus acusados de morte de adolescentes na Capital
Posse de Livio é suspensa e Gian Sandim deve assumir
Política
Posse de Livio é suspensa e Gian Sandim deve assumir
R$ 314 milhões "esquecidos" em processos podem ser devolvidos à população de MS
Justiça
R$ 314 milhões "esquecidos" em processos podem ser devolvidos à população de MS
Dos R$ 6 milhões desviados, Gaeco recuperou R$ 800 mil até as primeiras horas da investigação
Justiça
Para 'desbaratar' grupo de Cezário, Gaeco fez monitoramento em campo
Silas e Aysla foram mortos por engano
Polícia
Grupo que matou adolescentes por engano são isolados na Gameleira
Treta no estabelecimento terminou com um homem ferido e um PM preso
Justiça
PM pede absolvição após ferir homem em confusão de bar na Capital

Mais Lidas

Carro da corretora é encontrado no Indubrasil
Polícia
JD1TV AGORA: Carro de corretora morta é encontrado no Indubrasil
Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Frio em Mato Grosso do Sul
Clima
Mínima de 7°C: MS pode registrar 'o dia mais frio do ano' nos próximos dias
Polícia Civil e Polícia Científica estiveram na casa onde tudo aconteceu
Polícia
Polícia prende bancário que tentou matar esposa a facada e atropelada no Cabreúva