Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Justiça

Processo que pede a demissão de 11 procuradores da Lava Jato é pautado na CNMP

Processo surgiu após denúncia feita pelo senador Romero Jucá

13 dezembro 2022 - 19h31Pedro Molina

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) incluiu em sua pauta de segunda-feira (19) o julgamento do processo que pode resultar na demissão de 11 procuradores da Lava Jato, no Rio de Janeiro.

O processo surgiu após o senador Romero Jucá (RR-PE) apresentar uma reclamação disciplinar contra os integrantes do Ministério Público Federal (MPF) em que aponta violação ao sigilo.

Romero entrou com o processo logo após a divulgação, no próprio site do MPF, da denúncia que a Lava Jato fez contra ele e Edison Lobão por suposto pagamento de propina para o retorno das obras da Usina Nuclear pela empreiteira Andrade Gutierrez.

O problema, de acordo com a ordem disciplinar, é que o processo era sigiloso, e não poderia ter sido divulgado ao público.

Em 2021, o CNMP instaurou um processo administrativo disciplinar contra José Augusto Simões Vagos, Eduardo Ribeiro Gomes El Hage, Fabiana Keylla Schneider, Marisa Varotto Ferrari, Gabriela de G. A. M. T. Câmara, Sérgio Luiz Pinel Dias, Rodrigo Timóteo da Costa e Silva, Stanley Valeriano da Silva, Felipe A. Bogado Leite, Renata Ribeiro Baptista e Tiago Misael de Jesus Martins.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Urna eleitoral eletrônica
Justiça
Concluído: testes em urnas eletrônicas reiteram que sistema de votação é seguro
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cristiano Zanin
Justiça
Zanin suspende por 60 dias decisão de reoneração da folha de pagamentos
Prédio do Fórum de Campo Grande passa por reformas e contará com novo monumento
Justiça
Concurso escolherá monumento do Fórum da Capital
STF; justiça
Justiça
STF julga assédio judicial contra jornalistas
STJ decide que demora em fila de banco não gera dano moral presumido
Justiça
STJ decide que demora em fila de banco não gera dano moral presumido
Imagem: Arquivo/
Justiça
MPMS se posiciona contra anulação de acordo para desmatamento no Parque dos Poderes
Tiago Vargas e Lívio Viana Leite -
Justiça
Tiago Vargas é condenado por coação contra médico da Ageprev
TSE começa a julgar recursos para cassação de Moro
Justiça
TSE começa a julgar recursos para cassação de Moro
Treta no estabelecimento terminou com um homem ferido e um PM preso
Justiça
PM que atirou em homem em bar na Capital tem acusação 'aliviada' pelo MPMS
A condenação se deu por lesão corporal leve e injúria estando em serviço
Justiça
Juiz manda prender homem acusado de matar mulher queimada em MS

Mais Lidas

Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Geral
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha