Menu
Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Justiça

Promotoria apresenta segunda denúncia contra João de Deus

Nova denúncia está embasada na apuração de 13 supostos casos, dos quais, oito já prescreveram

15 janeiro 2019 - 14h39Da redação com Agência Brasil    atualizado em 15/01/2019 às 16h51

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) apresentou nesta terça-feira (15) à Justiça estadual a segunda denúncia contra o médium goiano João Teixeira de Faria. Preso em caráter preventivo desde 16 de dezembro, João de Deus é acusado de cometer crimes de estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude. Ele nega ter abusado de frequentadoras do centro espírita Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO).

A primeira denúncia contra o médium foi apresentada pelos promotores que integram a força-tarefa do MP-GO no dia 28 de dezembro e aceita pela Justiça estadual em 9 de janeiro. Hoje, além da segunda denúncia, os promotores apresentaram à Justiça um novo pedido de prisão em nome do médium. João de Deus está detido no Centro de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital do estado.

Segundo a promotora Gabriella de Queiroz, a nova denúncia está embasada na apuração de 13 supostos casos, dos quais oito já prescreveram, ou seja, já não podem mais ser levados a julgamento. Entre as mulheres que se apresentam como vítimas do médium, algumas afirmam ter sofrido abusos sexuais quando eram crianças ou adolescentes. Além de levar adiante a denúncia de cinco das supostas vítimas cujos casos não estão prescritos, os promotores indicarão as outras oito supostas vítimas como testemunhas, anexado seus depoimentos ao processo.

Para o MP-GO, os 13 casos ocorreram entre o início de 1990 e meados de 2018. As vítimas são de oito unidades da Federação: Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Uma das mulheres que afirmam ser vítimas sofreu abuso em dois diferentes momentos. O primeiro quando ainda era uma criança. O segundo, adolescente.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos recorre ao TJ para manter ação da Operação Omertà na Justiça de MS
Estudantes de Direito podem se candidatar para estágio na Comarca de Pedro Gomes
Justiça
Estudantes de Direito podem se candidatar para estágio na Comarca de Pedro Gomes
Feira de Vinhos do Comper terá degustação a partir desta quinta-feira (25)
Justiça
Feira de Vinhos do Comper terá degustação a partir desta quinta-feira (25)
Vereador Claudinho Serra
Interior
Ex-chefe de gabinete de Claudinho Serra contesta acusações da Operação Tromper
Prefeito de Ladário, Iranil de Lima Soares  -
Interior
MP investiga possível nepotismo na nomeação de companheira do prefeito em Ladário
Giroto e Rachel apostam em perícia para comprovar origem lícita de patrimônio milionário -
Justiça
Perita se defende sobre laudo que Giroto diz ser "imprestável"
Soldado da PMMS que desrespeitou e ameaçou superiores embriagado é condenado
Justiça
Soldado da PMMS que desrespeitou e ameaçou superiores embriagado é condenado
Imagem do Rio Verde encontrando o Rio da Prata -
Interior
MP investiga poluição e seca no Rio da Prata
Justiça nega pedido de Robinho
Esportes
Justiça nega pedido de Robinho para redução da pena
Foto: Ilustrativa
Interior
MP investiga tráfego de canavieiros na BR-497 e ligação com acidentes em Paranaíba

Mais Lidas

Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Justiça
Cabo da PMMS é condenado por realizar "bicos" durante licença médica
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Educação
Escola Sesi oferta 104 vagas de gratuidade integral na educação básica
Lulu Oliveira
Comportamento
Aos 41 anos, Lulu Oliveira representará MS no Miss Universo Brasil 2024
Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital