Menu
Busca domingo, 25 de fevereiro de 2024
(67) 99647-9098
Justiça

Telegram cumpre decisão do STF e bloqueio do aplicativo é suspenso

Uma das ações cumpridas foi a remoção de uma publicação de Jair Bolsonaro no aplicativo

21 março 2022 - 14h54Pedro Molina

Após o aplicativo de troca de mensagens Telegram atender aos pedidos da justiça, o ministro do Supremo Tribular Federal (STF), Alexandre de Moraes, revogou sua decisão feita na última sexta-feira (18) de suspender o aplicativo no Brasil.

"Diante do exposto, considerado o atendimento integral das decisões proferidas em 17/3/2022 e 19/3/2022, revogo a decisão de completa e integral suspensão do funcionamento do Telegram no Brasil, proferida em 17/3/2022, devendo ser intimado, inclusive por meios digitais – , o Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Wilson Diniz Wellisch, para que adote imediatamente todas as providências necessárias para a revogação da medida, comunicando-se essa Corte, no máximo em 24 horas", disse o ministro em sua decisão.

O ministro do STF determinou em seu pedido da última sexta-feira que o aplicativo determinasse um representante oficial do Telegram no Brasil, apontasse quais medidas que a plataforma adota para combater a disseminação de Fake News, excluir imediatamente os links do canal de Bolsonaro que permitiam acesso aos documentos de uma investigação sobre ataques hackers ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2018 e bloqueio do canal "Claudio Lessa", além do fornecimento dos dados cadastrais da conta ao STF.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
STF irá julgar na terça-feira recursos de anulação de provas da Odebrecht
Justiça
STF forma maioria e condena mais 15 pelos ataques do 8 de janeiro
Justiça
STJ nega recurso e autoriza despejo da Livraria Cultura
Justiça
Condenados por matar jovem em lava a jato continuam 'soltos' em Campo Grande
Justiça
Dívida de R$ 50 mil com a União pode bloquear bens de ex-candidato e empresário de MS
Justiça
"Jamilzinho" recorre ao STJ para evitar júri no caso Playboy da Mansão
Justiça
Justiça mantém prisão de acusado pelo assassinato da professora Márcia Ortiz na Capital
Justiça
STJ suspende decisão do TJMS e prefeitura deve rever contrato com Consórcio Guaicurus
Justiça
Apple é condenada e terá que indenizar cliente por vender iPhone sem carregador
Justiça
Pelas leis espanholas, Daniel Alves estará em regime semiaberto em 2025

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado em pesqueiro no Jardim Pênfigo
Educação
Professores temem perder vaga em processo seletivo por método de convocação
Polícia
AGORA: Casal morre após carro bater em carreta na BR-163, em Campo Grande
Polícia
Cadeirante é encontrado morto em avançado estado de decomposição