Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020
(67) 99647-9098
aguas guariroba - Águas em Ação 3
Justiça

TJ recusa pedido do Governo de MS e determina que DGPC promova 12 delegados

Alteração na lei fez com que os servidores perdessem 157 dias de contagem

28 outubro 2020 - 17h37Matheus Rondon

A 2ª Câmara Cível do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou recurso do governo do Estado e manteve a decisão de 1ª instância determinando que a DGPC (Delegacia-Geral de Polícia Civil) realize a promoção funcional de 12 delegados.

Conforme os autos, os 12 delegados questionam uma alteração na Lei Orgânica da Polícia Civil que muda a contagem do tempo para o delegado ser promovido. Segundo a defesa, o governo do estado publicou a Lei Complementar nº 271/2019 que fez com que esses servidores perdessem 157 dias, o que foi suficiente para não os qualificar à promoção para delegado de primeira classe.

O motivo seria que o Estado de Mato Grosso do Sul não teria cumprido a legislação na época, relacionada a publicação de rol com nomes dos delegados e tempo de exercicio. A publicação só veio a acontecer em dezembro de 2019, quando houve publicação de uma nova lei.

Teia - Agronomia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Impedido pela Justiça, Pantanal Cap sortearia casa no próximo domingo
Justiça
AO VIVO - Tudo sobre a sexta fase da Omertà, que mira em Jamilson Name
Justiça
Justiça agora na casa de Jamilson Name; Pantanal Cap lacrado
Justiça
Justiça suspende penhora de salários para pagar dívidas
Justiça
Bernal tenta “missão impossível”, reverter sua inelegibilidade
Justiça
Pela primeira vez, TRE-MS conquista selo diamante do CNJ
Justiça
OAB irá suspender advogado preso pelo estupro de três menores
Justiça
O estranho "atentado" a Trutis no inquérito da PF
Justiça
Assassino de motorista de aplicativo é condenado a 18 anos de prisão
Justiça
Santa Rita do Pardo reduzirá horário de servidora que tem filha especial

Mais Lidas

Brasil
Bonner e Renata são intimados após censura do caso Queiroz
Brasil
Para recuperar sua saúde mental, Dani Calabresa denunciou assédios
Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher na frente dos filhos
Geral
MS abre novos horizontes de mercado e pode se tornar produtor de gás natural