Menu
Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Justiça

TJ suspende um dos HCs que beneficiava Marquinhos

Decisão saiu na sexta-feira

14 novembro 2022 - 13h23Da redação    atualizado em 14/11/2022 às 16h29

Um dos Habeas Corpus que beneficiava o ex-prefeito Marquinhos Trad em processos por assédio foi suspenso pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). A decisão que está em segredo de justiça, foi publicada na sexta-feira (11), e está acessível apenas para as partes.

Com isso Marquinhos tem mais um problema para administrar e fora do poder, o que é um complicador a mais.

A decisão foi tomada pela câmara criminal, onde estão os desembargadores Luiz Claudio Bonassini da Silva, Jairo Roberto de Quadros e Zaloar Murat Martins de Souza.

Marquinhos vai ao STJ por HC

Um dos advogados próximos ao ex-prefeito explicou que houve uma denegação de um Habeas Corpus seguida de uma concessão de outro, e que Marquinhos irá recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“Um Habeas Corpus foi concedido, e o Ministério Público recorreu, aí um outro Habeas Corpus foi denegado, e o Marquinhos vai recorrer à Brasília [STJ]” explicou o advogado. “O Tribunal denegou e afirmou que não há crime de tentativa de estupro, mas o que há é indício mínimo do crime de assédio e que isso precisa ser investigado, mas mesmo assim ele vai recorrer”, completou.

No entanto, o advogado explica que o Ministério Público também recorreu do novo Habeas Corpus concedido ao prefeito, e atualmente ainda está tramitando em segredo de justiça. “Ambos têm recurso, um do Marquinhos e outro do Ministério Público”.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

TJMS mantém condenação de 18 anos para assassino de policial civil na fronteira
Justiça
TJMS mantém condenação de 18 anos para assassino de policial civil na fronteira
Aparecida Graciano de Souza é acusada de homicídio qualificado -
Justiça
TJ nega liberdade a idosa acusada de matar e esquartejar marido em MS
Mandado de prisão contra Maquito é válido até julho de 2063
Justiça
Audiência sobre homicídio de 'Leo' no Nova Lima acontece nesta segunda-feira
Av. Pres. Ernesto Geisel e Afonso Pena -
Cidade
Justiça condena prefeitura a pagar mais de R$ 250 mil por morte de ciclista em bueiro
Foto: TJMS
Justiça
Justiça Itinerante funciona até às 11h30; veja a rota da semana
Mandado de prisão contra Maquito é válido até julho de 2063
Justiça
Trio vai a júri por assassinato de detento em presídio de Campo Grande
Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios insiste em julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Charles foi indiciado por homicídio contra Michelli e tentativa de homicídio contra amigos
Cidade
Juiz desconsidera laudo e condena motorista a 21 anos de prisão por morte na Capital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Jerson Domingos quer que processo sobre Omertà fique em MS
Ex-servidor do setor de Compras e Licitações de Sidrolândia, Tiago Basso -
Interior
JD1TV: Confira um dos depoimentos da delação em Sidrolândia

Mais Lidas

Cantor Diogo Nogueira
Cultura
MS Ao Vivo: Diogo Nogueira fará show gratuito na Capital no dia 14 de julho
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande