Menu
Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2024
Governo - Vazio sanitario Jun24
Polícia

Carbonizado no "Céuzinho", Ronaldo implorou pela vida, mas assassinos “temiam prisão”

As investigações apontam que um dos assassinos assaltou o comércio da vítima

16 setembro 2020 - 10h24Joilson Francelino e Sarah Chaves    atualizado em 16/09/2020 às 10h50

O delegado Camilo Kettenhuber, da Segunda Delegacia de Polícia de Campo Grande, que conduz a investigação do homicídio de Ronaldo Nepomuceno Neves, 48 anos, ocorrido no último sábado (12), afirmou nesta quarta-feira (16), que o comerciante implorou pela vida por diversas vezes.

“Por mais de uma vez a vítima fatal implorou pela vida, porém, com receio de que, se a vítima não fosse morta, ela acionasse a polícia e eles fossem presos, ou até mesmo a própria vítima fatal, posteriormente poderia voltar relata-los, eles decidiram, de comum acordo, colocar fim à vida de Ronaldo”, detalhou o delegado.

No dia do crime, Ronaldo torturou um dos envolvidos, de 29 anos, suspeitando que ele teria envolvimento em furto ocorrido no seu estabelecimento. Após torturar, o comerciante amarrou o rapaz e o deixou dentro do comércio. Logo depois, Ronaldo foi até uma chácara, onde estavam três comparsas do jovem torturado. O comerciante teria dito ao trio que matou o suspeito de furtar seu comércio, momento em que foi imobilizado por dois homens, enquanto um teria ido até o comércio, “salvar” seu comparsa.

Na chácara, que fica na região da avenida Ernesto Geisel, Ronaldo foi torturado e levado, com vida, para a região da Cachoeira do Céuzinho, onde, de acordo com o delegado, a vítima teria sido estrangulada e, posteriormente, agredida com golpes de frascos de garrafa, no pescoço, pedradas na cabeça e, então, os assassinos decidiram jogar gasolina tanto na caminhonete, quando no corpo da vítima para tentar dificultar a investigação.

Os quatro suspeitos já foram presos e são todos jovens, dois de 21 anos, um de 25 e outro de 29. Os dois primeiros que foram detidos confessaram o crime e apontaram os outros dois.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

 Após resgatar cobra, homem chama a polícia e xinga militares em hotel na Afonso Pena
Polícia
Após resgatar cobra, homem chama a polícia e xinga militares em hotel na Afonso Pena
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Dupla é presa por assaltar e passar a mão na nádega de adolescente em Campo Grande
Junho Prata: Polícia Civil visita Casa de Convivência em ação de proteção aos idosos
Polícia
Junho Prata: Polícia Civil visita Casa de Convivência em ação de proteção aos idosos
Ribas do Rio Pardo ganha nova Unidade Operacional da PRF
Polícia
Ribas do Rio Pardo ganha nova Unidade Operacional da PRF
Mulher baleada em racha no Coophavila continua internada em estado grave
Polícia
Mulher baleada em racha no Coophavila continua internada em estado grave
Foto: Reprodução
Polícia
Hospital Regional apura queda de paciente que caiu do 6° andar em Campo Grande
Foto: Vinicius Costa
Polícia
Nois Tropica, Mas Não Cai; Saveiro capota e motorista sai 'ileso' no Jardim Monumento
Foto: Divulgação
Polícia
Logo após perder o emprego e a avó, jovem é encontrado morto em Água Clara
Foto: Nelson Gabiatti
Polícia
Motociclista sofre traumatismo craniano e morre no hospital após 'furar' preferencial
Suspeito foi preso ao lado da irmã
Polícia
Jovem é preso com arma que iria vender por R$ 4 mil em carro de aplicativo na Capital

Mais Lidas

IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
Polícia
IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
Internacional
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
À polícia, homem contou que disparo foi acidental, versão que é contestada por amigos da vítima
Polícia
Homem que deu tiro na cabeça de esposa passou em bar antes de voltar para local do crime
Vítima, que era pessoa com deficiência, não tinha família na Capital e era próxima dos vizinhos
Polícia
Marido de mulher baleada na cabeça já havia quebrado perna da vítima