Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Polícia

Estrangeiros destroem igreja em Bonito

Dois deles já foram ouvidos na delegacia, o outro ainda não foi localizado

28 julho 2021 - 09h02Marcos Tenório

Um uruguaio e dois argentinos, foram os responsáveis por terem danificado a Igreja Sagrada Família, na área central de Bonito, que fica a 296 km de Campo Grande. O crime teria ocorrido na madrugada de sábado para domingo (25).

Os estrangeiros afirmaram estar na cidade há cerca de duas semanas, passeando. Ele sobrevivem fazendo malabares no semáforo e pedindo dinheiro. Segundo a polícia, dois deles já foram ouvidos na delegacia, o outro ainda não foi localizado.

Em depoimento, eles afirmaram que entraram na Igreja e estavam no local bebendo e fumando e pretendiam dormir no interior do local, momento em que dois deles se desentenderam e entraram em luta corporal, utilizando os bancos e outros objetos da Igreja para se agredirem.

Os investigados foram indiciados pelos crimes de dano qualificado, bem como por lesão corporal.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem tenta matar mulher com golpes de machado na cabeça
Polícia
Acampamento para pesca predatória é desmontado pela PMA
Polícia
Brasileiro é morto por justiceiros: 'Não roubar na fronteira'
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é preso com caminhão carregado com quase meia tonelada de maconha
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00
Polícia
Homem é preso em Dourados após realizar disparos com arma de fogo
Polícia
PMA de Bataguassu atua paulista em R$ 32 mil, por crime ambiental
Polícia
DOF recupera camionetes com mais de duas toneladas de maconha
Polícia
Ex-prefeito de Maracaju alvo de operação Dark Money' é preso na Capital

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00