Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Sebrae/mulher
Polícia

Falsos policiais militares aplicavam golpes em produtores rurais no interior do estado

A prisão foi resultado de uma operação conjunta entra a Polícia Civil e a Polícia Militar do município.

18 setembro 2020 - 12h55Brenda Assis, com informações Porã News

Foram presos nesta quarta-feira (16), dois homens que vinham se passando por policiais militares para extorquir produtores rurais no município de Santa Rita do Pardo. A prisão foi resultado de uma operação conjunta entra a Polícia Civil e a Polícia Militar do município.

Segundo o portal Porã News, os golpistas foram descobertos durante uma reunião com o Sindicato Rural de Santa Rita do Pardo, para discutir ações de segurança para a área rural do município.

Eles usavam um veiculo com adesivo de imã com nome e brasão da Associação dos Militares Estaduais (AME), os indivíduos iam até as fazendas, onde se apresentavam como policiais militares e ofereciam rifas aos produtores, que em caso de negativa acabavam sendo coagidos a comprar os bilhetes.

Ao serem questionados pela policia sobre os fatos, os dois homens apresentaram ofícios falsos delegando poderes para a venda das rifas. Buscas foram realizadas nos quartos dos acusados, onde foram localizados e apreendidos além de ofícios sem comprovação de origem e endereçados de unidades da Polícia Militar, talonários, rifas e diversos comprovantes de depósitos que foram efetuados pelas vítimas nas contas dos golpistas.

O veículo que utilizavam também foi apreendido. Conforme o delegado, durante interrogatório de autuação dos dois homens, eles acabaram entregando outros comparsas que estariam rodando outros municípios do estado, também usando o nome da Polícia Militar para forçar mais vítimas a comprarem as rifas. Eles acabaram entregando outros comparsas que estariam atuando em fazendas de outros municípios de Mato Grosso do Sul.

Conforme o subcomandante da Polícia Militar, coronel Renato dos Anjos Garnes, ninguém tem autorização para vender rifas em nome da instituição e o caso será encaminhado para a Corregedoria da PM.

Pessoas que foram vítimas dos golpistas, em Santa Rita do Pardo ou qualquer município de Mato Grosso do Sul, devem procurar a Polícia Militar ou a Delegacia de Polícia Civil mais próxima e comunicar o fato, para que providências sejam adotadas.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Idoso com arsenal de armas foi preso após ameaçar vizinhos
Polícia
Acidente deixa três mortos na BR-262 em MS
Polícia
Homem é abandonado em construção com a cabeça rachada
Política
Carreta passa por cima de carro na BR-262 e mata pai, mãe e filho
Polícia
Indigena fica em estado grave após levar golpes de facão na cabeça e braços
Polícia
Bandido tenta fugir da polícia pulando telhados após assalto e acaba baleado
Polícia
Esposa é agredida e corta os dedos do marido após bebedeira
Polícia
Passageira de camionete que caiu no córrego está internada na área vermelha da Santa Casa
Polícia
Travesti é baleada quando esperava por clientes em 'ponto' com amiga
Polícia
Adolescente de 14 anos perde o controle da moto ao tentar fugir Guarda Municipal

Mais Lidas

Brasil
Vítima de estupro coletivo diz ter HIV
Polícia
Idoso com arsenal de armas foi preso após ameaçar vizinhos
Brasil
Astronomia: Jovem vende empada para comprar telescópio
Brasil
Namorado não aceita resposta do pedido de casamento e surta