Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Polícia

Jovens divulgam vídeo onde chamam menores de “marmita de bandido” e são presos

O termo é utilizado para sinalizar que as vítimas eram propensas a manter relações sexuais com criminosos

10 janeiro 2019 - 12h35Da redação

Quatro pessoas, entre elas dois adolescentes, de 12 e 17 anos, foram detidas e encaminhadas para delegacia na terça-feira (8), após difamarem vítimas nas redes sociais e em grupos de WhatsApp. O fato ocorreu em Ribas do Rio Pardo e o vídeo se espalhou rapidamente entre as cidades de Água Clara, Três Lagoas e Campo Grande.

De acordo com a polícia civil, uma adolescente teria criado um vídeo, denegrindo várias meninas da cidade. Em seguida, um adolescente teria compartilhado no perfil do Facebook e em diversos grupos de Whatsapp, o que gerou comentários ofensivos da dupla identificada como Lucas M.S, 18 anos e Rafael S.G de 21 anos.

Um deles falou que "todas as meninas do vídeo seriam marmitas e que quem criou o grupo deveria ganhar um prêmio". Já o outro reforçou o comentário do amigo, falando que as faria de "marmitex". Revoltadas com a repercussão, as vítimas  e familiares procuraram a Delegacia de Polícia.

A Polícia Civil foi acionada e iniciou as buscas, identificando os envolvidos. Eles foram ouvidos e Rafael e Lucas permaneceram presos em flagrante. Já os adolescentes respondem ao crime em liberdade, por conta do Estatuto da Criança e o Adolescente (ECA).

Ao todo, eles respondem por 11 crimes de difamação, já que, até o momento, foi este o número de vítimas identificadas. Os policiais ainda ressaltaram que "crimes praticados pela internet não passarão despercebidos e os autores serão devidamente responsabilizados".

A pena para difamação é de detenção, de seis meses a dois anos, além de multa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Jovem é executado durante partida de futebol
Polícia
Polícia desarticula quadrilha que assaltou a padaria São Rafael
Polícia
Após esfaquear a esposa, homem foge e acaba morrendo em acidente
Polícia
Identificado casal morto a facadas enquanto dormiam em MS
Polícia
Homem mata ex-mulher e atual dela em MS
Polícia
Professor, estudante e guarda estão entre os presos por pedofilia
Polícia
Marun e Carlão têm celulares clonados e criminosos pedem dinheiro
Polícia
Homem registra boletim após ter auxílio emergencial sacado por terceiro
Polícia
Trio quebra lanchonete e funcionária na Gury Marques
Polícia
Polícia repudia e associação irá processar advogado de “pedreiro assassino”

Mais Lidas

Polícia
Jovem é executado durante partida de futebol
Economia
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
Cidade
Prefeitura da capital realiza sorteio de apartamentos nesta sexta
Política
Paulo Corrêa tem melhor avaliação na Assembleia, diz pesquisa