Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Mulher encontra pedaço de língua com cadeado e aciona polícia

Ela ouviu disparos de arma de fogo momentos antes, e depois encontrou a caixa com a língua de boi presa ao cadeado

05 março 2019 - 09h15Rayani Santa Cruz

Na madrugada desta terça-feira (5),  agentes da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero foram acionados, após uma mulher encontrar uma caixa com uma língua de boi presa a um cadeado em frente a sua casa, localizada no bairro San Gerardo, em Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã.

Segundo ela, na caixa havia o nome do filho mais novo “Mathias”, e o recado poderia ter sido enviado por organização criminosa pelo jovem “falar demais” ou por colaborar com informações à polícia.

A família do endereçado ficou muito assustada com o fato e antes de encontrar a caixa teria ouvido disparos de arma de fogo em frente a casa.

Conforme o site Porã News, a mulher alegou a polícia que o filho não tem problemas com ninguém e que os entregadores da caixa “macabra” teriam se enganado. O caso segue investigado pela Divisão de Homicídios do Paraguai.

 

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ministério da Informação no Afeganistão sofre ataque
Polícia
Mulher é assaltada e estuprada em Dourados
Polícia
Ex-nomeado da Segov é investigado por usar telefone em presídio
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Polícia
De "braços abertos", indígena é atropelada em rodovia
Polícia
Bandidos fingem ser clientes e trabalhadores são feitos reféns
Polícia
PMA multa mulher por colocar fogo em vegetação
Polícia
Jovem tem bicicleta furtada em estacionamento de supermercado
Polícia
Homem morre após se afogar em piscina

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária