Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Polícia

Mulher escreve nome do seu assassino com sangue antes de morrer

Luciene estava grávida e foi esfaqueada em uma lanchonete

22 janeiro 2020 - 12h13Sarah Chaves, com informações do R7

Luciene Maria de Souza, 37 anos, foi morta a facadas na noite de terça-feira (21), em uma lanchonete em Anápolis no estado de Goiás, ela estava grávida e levou um corte profundo no pescoço.

Um detalhe aproveitado pela polícia é que antes de morrer, Luciene conseguiu escrever com o próprio sangue o nome do assassino na mesa da lanchonete.

A polícia chegou à casa do suspeito após ouvir relatos de testemunhas, e o conduziu ao Instituto Médico Legal (IML), onde vestígios de sangue de suas roupas foram analisados.

O caso está sendo investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
PM mata sogro a tiros após discussão
Polícia
Homem é assassinado a tiros enquanto comemorava o próprio aniversário
Polícia
Prefeitura dobra videomonitoramento no centro da cidade
Polícia
Idoso morre quase um ano depois de sofrer acidente em frente ao aeroporto
Polícia
Homem é encontrado pendurado por cinto no banheiro de sua residência
Polícia
Homem mata o amigo por causa de short
Polícia
Homem com ciúmes corta pescoço da namorada com machete
Polícia
Família procura por adolescente desaparecida há cinco dias
Polícia
Entregador é baleado e vai pilotando até o UPA
Polícia
Jovem desaparecido é encontrado enforcado em mata

Mais Lidas

Economia
Dólar alivia e apresenta queda singela na última semana
Entrevista
Ao vivo, Amarildo Cruz falará sobre Nota MS Premiada nesta terça
Cidade
Agetran alerta interdição na praça do Papa
Saúde
Número de casos suspeitos de coronavírus continua em 3 no Brasil