Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Polícia

Mulher escreve nome do seu assassino com sangue antes de morrer

Luciene estava grávida e foi esfaqueada em uma lanchonete

22 janeiro 2020 - 12h13Sarah Chaves, com informações do R7

Luciene Maria de Souza, 37 anos, foi morta a facadas na noite de terça-feira (21), em uma lanchonete em Anápolis no estado de Goiás, ela estava grávida e levou um corte profundo no pescoço.

Um detalhe aproveitado pela polícia é que antes de morrer, Luciene conseguiu escrever com o próprio sangue o nome do assassino na mesa da lanchonete.

A polícia chegou à casa do suspeito após ouvir relatos de testemunhas, e o conduziu ao Instituto Médico Legal (IML), onde vestígios de sangue de suas roupas foram analisados.

O caso está sendo investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis.

Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Homem é executado a tiros enquanto dançava com a irmã
Polícia
Idoso contratado para levar carga de cocaína avaliada em R$ 4,3 milhões acaba preso
Polícia
homem quebra mesa na cabeça da mulher e tenta impedir PM de atender o caso
Polícia
Trio é preso pela com caminhonete furtada em MS
Polícia
Jovem é alvejado com seis tiros em espetinho no MS
Polícia
Carreta com mais de quarenta mil pacotes de cigarros é apreendida
Polícia
Mulher é agredida e enforcada pelo marido, mas consegue fugir de pijamas e pedir ajuda
Polícia
Vídeo: Guarda dispersa mais de 50 pessoas de conveniência na avenida Ceará
Polícia
Homem morre após acidente envolvendo moto e camionete
Polícia
Irmãos gêmeos são executados com 13 tiros na Mata do Jacinto

Mais Lidas

Política
Após polêmica, Siqueira anuncia que é candidato a prefeito de Campo Grande
Polícia
Homem é executado a tiros enquanto dançava com a irmã
Polícia
Idoso contratado para levar carga de cocaína avaliada em R$ 4,3 milhões acaba preso
Geral
Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 60 milhões