Menu
Busca sábado, 18 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Polícia

PRF apreende 275 mil maços de cigarros na BR-163

A carga estava no baú do veículo e não tinha documentação legal

10 dezembro 2018 - 09h56Da Redação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na manhã deste domingo (9), 275 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, em Dourados - MS.

Durante fiscalizações em frente ao Posto PRF, no km 267, da BR-163, foi dada ordem de parada ao caminhão VW/24.250, com placas de Mamanguape-PB. O motorista, um homem de 55 anos, declarou inicialmente que levava duas mudanças para Porto Velho-RO.

Em vistoria ao baú do veículo, foram encontradas várias caixas contendo cigarros estrangeiros. Ao todo, foram apreendidos 275 mil maços sem documentação legal.

O motorista confessou ter sido contratado em Campo Grande-MS para ir até o estado do Paraná carregar o caminhão e receberia a quantia de R$ 2.250 para transportar até Porto Velho-RO.

O preso, o veículo e a carga foram entregues à Polícia Federal de Dourados-MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Quatro homens foram autuados em R$16 mil por exploração ilegal de madeira
Polícia
Menina de 11 meses morre ao cair de prédio
Polícia
Carro furtado é encontrado em lava-jato do Jardim Samambaia
Polícia
Vídeo - Pastora tenta se matar após flagrar seu marido com travesti
Polícia
Três são presos tentando vender moto furtada
Polícia
Polícia prende homem que participou de assalto a supermercado
Polícia
Veterinária morreu em frente a motel onde Abuchain foi assassinado
Polícia
Vídeo: Moradores impedem sepultamento do assassino de Emanuelle
Polícia
Choque apreende 23kg de droga em casa e distribuição no Lageado
Polícia
Veterinária morre com suspeita de overdose em frente à motel; empresário foge

Mais Lidas

Cidade
Odilon Júnior participa de ato para regularização fundiária na “Favela do Linhão”
Economia
Campo Grande é campeã em novas empresas em 2019
Polícia
Quatro homens foram autuados em R$16 mil por exploração ilegal de madeira
Cidade
“Precisamos de eficiência para atrair grandes empreendimentos”