Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Polícia

Vídeo - Mais um homem é torturado com chicoteadas em supermercado

Na segunda-feira (2) funcionários do comércio torturatam um jovem negro de 17 anos

05 setembro 2019 - 07h15Priscilla Porangaba, com informações do Brasil de Fato

Mais um homem foi amarrado e chicoteado nas dependências do supermercado da rede Ricoy em São Paulo.

Na última segunda-feira (2) seguranças do comércio também torturaram um jovem negro de 17 anos, o caso que viralizou nas redes sociais.

Em uma das imagens no fim da matéria, os seguranças empilharam produtos que a vítima teria tentado roubar no Ricoy. São embalagens de linguiça e frango congelados, chicletes, desodorante e um shampoo. E fotos da vítima com o rosto machucado, encostado em uma estrutura com o logotipo do Ricoy.

Já é um vídeo é possível ver funcionário do comércio fazendo tortura psicológica a uma criança que supostamente havia tentado praticar roubo. “Você vai ficar em uma cela cheio de moleques da sua idade, ou mais velho, tem uns lá que gostam de abusar de outro moleque. Olha que legal. Tem uns que vão te dar uma surra bem dada. Olha que legal”.

Para o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana do Estado de São Paulo (Condepe-SP), Dimitri Sales, com a reincidência, o supermercado deve ser responsabilizado e ter seu alvará cassado.

Dimitri afirma “as dependências do estabelecimento estão sendo utilizadas para a prática de tortura. Logo, esse caso tem que ser levado muito mais sério, a responsabilização cai para além dos funcionários, é uma responsabilização contra o estabelecimento”, finaliza.

Ainda de acordo com o presidente do Condepe, as novas imagens apontam para mais “uma violação inaceitável de direitos humanos, eles estão praticando tortura, cárcere privado e maus tratos. As medidas agora devem severas. O que sugere é que não é mais a prática de um funcionário isolado, é uma prática corriqueira do estabelecimento”.

Na terça-feira (3), a Polícia Civil identificou os seguranças que chicotearam o adolescente de 17 anos no mês de agosto. São Waldir Bispo dos Santos e Davi de Oliveira Fernandes, ambos funcionários da KRP Zeladoria Valente Patrimonial.

Em nota, o Ricoy afirmou que “está chocado com a tortura sem sentido” e que os “seguranças não prestam mais serviços para o supermercado”.

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Operação piracema tem mais de 800 kg de pescado apreendido
Polícia
Mulher procura marido que desapareceu após deixá-la no hospital
Polícia
Onça morre atropelada e será usada em oficina de educação ambiental
Polícia
"Polícia aqui nóis mata", diz meliante antes de tentar fugir da PM
Polícia
Casal de idosos morre carbonizado após queda de raio
Polícia
Homem furta Carrefour e é abordado pela PM na saída do mercado
Polícia
Homem comete suícidio em assentamento
Polícia
Assaltantes invadem Subway próxima a UFMS
Polícia
Sem aceitar o fim da relação, homem mata ex na frente dos filhos
Polícia
PRF apreende carro de luxo e motorista vai embora de helicóptero particular

Mais Lidas

Cidade
Estacionamento do Shopping Campo Grande é autuado por irregularidades
Geral
Vídeo - Professor cai no chão após tentar dar aula bêbado
Geral
Governo pagará salários de servidores no sábado
Esportes
Águia Negra se mantém líder no campeonato sul-mato-grossense