Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Política

João César Mattogrosso permanece à frente do PSDB municipal

A votação que manteve o vereador na presidência do diretório municipal ocorreu no domingo (14)

15 abril 2019 - 10h50Rayani Santa Cruz

O vereador João César Mattogrosso que está a frente do Diretório Municipal do PSDB em Campo Grande, ficará mais dois anos como presidente. A decisão foi oficializada em votação dos tucanos na sede do partido neste domingo (14). O vereador deve alinhar com integrantes os próximos passos para definição das estratégias e planejamento para eleições municipais.

Em conversa com o JD1 Notícias, o parlamentar pontuou como positiva a atuação de dois anos, ele comentou que a casa foi organizada, e houve a regularização de dívidas. “Nós também unificamos a sede municipal com a estadual para diminuição de gastos, trazendo uma melhor organização e gestão”.

De acordo com João César, um dos objetivos é planejar e definir estratégias para eleições municipais que ocorrem o ano que vem. Ele salientou que a meta é manter mais parlamentares da sigla na Câmara Municipal, montando uma chapa forte, com nomes com potencial de chegar ao pleito, mantendo a maior bancada com um número cinco a sete vereadores.

O PSDB vai buscar nomes que estejam a disposição dentre os tucanos, e posteriormente abrirá  convites para colegas políticos de outros partidos e até mesmo mantendo diálogo para novas lideranças que queiram fazer parte e filiar-se. 

Em relação ao apoio a reeleição do prefeito Marquinhos Trad (PSD), João César Mattogrosso afirmou que o partido é grato ao gestor. “O Marquinhos Trad foi fundamental na reeleição  do nosso governador, e isso com certeza vai pesar muito na decisão do PSDB, a tendência é acompanhar o prefeito, mas não podemos cravar isso, com tanto tempo de antecedência”, ponderou.

Questionado sobre o futuro da presidência do diretório estadual, o parlamentar foi neutro e disse que as vontades são legítimas, e tanto a deputada federal Rose Modesto, quanto o colega também federal Beto Pereira, tem condições e competência para a gestão. No entanto, explicou que existe uma tradição do presidente assumir dois mandados em diretórios (seria o caso de Beto). Para ele, o partido que está em tratativas irá sentar e tomar uma decisão boa para o coletivo, não importando questões pessoais.

“Eu não acredito em disputa, é natural que um partido grande, tenha nomes em potencial para tocar. O que for melhor para o PSDB, com certeza será decidido de forma consensual”, finalizou o parlamentar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Prefeitos querem adiar eleições municipais para 2022
Política
"Fui gado, comi capim", diz deputado ex-bolsonarista
Política
Coronel David pede para PM intensificar ronda no Guanandi
Política
Fabio Trad sai em defesa de Bonner; “ataques contra a democracia são no varejo mais”
Política
Roberto Jefferson promete parar José Dirceu "na bala"
Política
Ajuda: MS envia 4,3 mil medicamentos ao Amapá
Política
Weintraub terá que explicar ao Senado ataques ao STF
Política
Ajuda federal: Marquinhos pede que Bolsonaro cumpra o combinado
Política
Moro defende apuração de 'circunstâncias anormais' da exoneração de Valeixo
Política
Por "divergências" no PSL, Contar pede desfiliação da sigla

Mais Lidas

Clima
Temperatura começa a subir e máxima é de 24ºC na capital
Polícia
Servidor federal é preso utilizando viatura para traficar maconha
Economia
Refis: contribuinte poderá negociar dívidas à distância
Saúde
Três UPA's atendem com pediatras nesta manhã de quarta-feira