Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Política

Na CCJ, Simone quer subcomissões para agilizar reforma da Previdência

Em reunião com Alcolumbre, o MDB confirmou a senadora na presidência da comissão

12 fevereiro 2019 - 18h15Mauro Silva

Depois de uma reunião com os líderes do MDB, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), acertou nesta terça-feira (12), em Brasília, a nova composição da Casa. Na negociação, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) foi confirmada para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Agora, os planos da nova presidente é criar subcomissões para acelerar projetos como a reforma da Previdência e pacote do Ministério da Justiça.

“A maioria aceitou de bom grado o meu nome para presidir a CCJ, que é a principal comissão da casa, pois por ela passa análise de todos os projetos relevantes no que se refere a legalidade perante a constitucionalidade. E também o mérito da emendas comissionais como é o caso da reforma da Previdência”, comemorou Simone.

“Então, a reforma da Previdência e o pacote do Ministério da Justiça, do ministro, Sérgio Moro, passarão por essa comissão. A comissão, para se ter uma idéia, é composta por 27 membros, muito grande e importante”, acrescentou.

De acordo com a nova presidente da CCJ, para agilizar os trabalhos diante de uma pauta tão extensa e importante para acelerar o crescimento do país, nada impede transformar a comissão em subcomissões. “Poderemos ter uma subcomissão na reforma da Previdência, caso o presidente do Senado ache interessante. O que pode acontecer também para assuntos da segurança pública, mas tudo ainda será discutido”, explicou.

Simone prevê que podem ser criadas quatro subcomissões em momentos importantes “como estamos vivendo este ano”.  

Distribuição

Conforme o UOL, em negociação com Alcolumbre, o MDB que tem o maior número de parlamentares, ficou com três comissões: a de Educação, a CMO (Comissão Mista de Orçamento), além da CCJ.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Parecer da reforma da Previdência é bem recebido pelo mercado financeiro
Política
Nelsinho Trad é eleito presidente do PSD-MS
Política
“Governo é uma usina de crises", diz Rodrigo Maia
Política
Cabo Almi acredita em soltura de Lula e cancelamento da sentença
Política
Bolsonaro demitirá presidente dos Correios
Política
PSD discute planos para 2020 neste sábado
Política
Bolsonaro critica decisão do Senado de parar decreto de armas
Política
STF criminalizará homofobia como forma de racismo
Política
Santos Cruz cai e será substituído por outro general
Política
STF retoma julgamento sobre criminalização da homofobia e transfobia

Mais Lidas

Polícia
Durante encontro amoroso, homem é morto por ex-marido de mulher
Polícia
Ex-secretário morre em acidente na MS-157
Polícia
Tio e sobrinho são mortos a golpes de facão
Educação
Extrato de pagamento do Bolsa Família terá alerta sobre trabalho infantil