Menu
Busca segunda, 21 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Governo vitimas
Política

"Não vamos nunca nos curvar" diz Reinaldo sobre milícias

Governador também afirmou que ninguém está acima da lei

04 outubro 2019 - 11h55Vitória Ribeiro

 Em entrevista coletiva em Aquidauana na última quinta-feira (03), durante a instalação do programa “Governo Presente”, o governador Reinaldo Azambuja, comentou com os jornalistas acerca das ameaças feitas por milicianos presos na última semana, depois da descoberta do mando de vários assassinatos.

Sobre essa organização criminosa, pistolagens e milícias, que tem inclusive integrantes das força policiais, Azambuja declarou que "o importante é que ninguém está acima da lei. A lei existe para todos e tem que ser cumprida por todos". 

O chefe do executivo estadual disse que quando policiais são presos, significa que a corregedoria está funcionando. "A corregedoria das nossas polícias têm funcionado bem em excluir essa banda podre, que é a banda que, em vez de trabalhar em defesa do cidadão, trabalha muitas vezes em defesa do crime organizado. E nós não queremos policiais com esse perfil. O policial tem a obrigação de prestar o serviço em defesa do cidadão, e não para em muitas vezes estar trabalhando com milícias. Agora o que precisa ser feito é apurar os fatos, investigar com toda profundidade e quem pune é a Justiça. A polícia tem o dever de investigar e oferecer a denúncia, como foi feito através do Gaeco e pelos órgãos de corregedoria", conforme Reinaldo. 

O governador também ressaltou a importância das parcerias entre os órgãos, Gaeco, Ministério Público e Polícia Civil e Militar. Com relação à ameaças realizadas que supostamente poderiam atingir até o governador, Azambuja disse que "a gente tem que ter toda precaução. Estamos mexendo muitas vezes com pessoas que não tem o menor escrúpulo. E isso serve ao governador e inclusive aos próprios policiais. Mas eu acho que a gente tem que fazer esse enfrentamento. A gente nunca pode deixar o crime superar o estado. O estado é o direito do cidadão, é a livre vontade de ir e vir. Nós não vamos nunca nos curvar".

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Bolívia: Evo tenta 4º mandato em disputa acirrada com Carlos Mesa
Política
Solidariedade faz convenção dia 26
Política
Coronel David solicita agilidade na pavimentação das ruas do Nova Campo Grande
Política
Universidades tem orçamentos descontingenciados
Política
Vereadores querem mais investimentos na infraestrutura da capital
Política
Joice perde a liderança do governo no Congresso para o MDB
Política
BR-262 receberá investimentos de R$ 22 mi do Ministério da Infraestrutura
Política
Grupo argentino investirá R$ 120 mi em porto de Murtinho
Política
Juiz entende que MPF adulterou diálogos de Temer e Joesley e absolve ex-presidente
Política
Senado aprova indicação de Carlos Ceglia para embaixada na Turquia

Mais Lidas

Geral
"Relógios da Energisa marcam 40% a mais que consumo real", diz técnico do IPEM
Internacional
Evento da NASA na capital acontece até as 17 horas
Geral
Ivo de Souza será sepultado na tarde deste domingo
Polícia
Mulher é presa em flagrante ao furtar supermercado 3 vezes e morder segurança