Menu
Menu
Busca sexta, 12 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Política

Proposta antifraudes no INSS será entregue para Bolsonaro

A medida pretende diminuir de R$ 17 bilhões para R$ 20 bilhões as perdas até dezembro

09 janeiro 2019 - 08h19Da Redação    atualizado em 09/01/2019 às 08h25

No esforço de reduzir os prejuízos na Previdência Social, o governo vai agir em duas frentes. O ministro da Economia, Paulo Guedes, apresenta nesta quarta-feira (9) , ao presidente Jair Bolsonaro o texto de uma medida provisória (MP) antifraudes no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que visa diminuir de R$ 17 bilhões a R$ 20 bilhões as perdas até dezembro.

Segundo o ministro, a medida antifraudes e contra privilégios será implementada neste ano. Guedes esclareceu ainda que “são dois movimentos” que o governo decidiu tomar: a adoção da MP e as negociações para acelerar a reforma da Previdência.

Paralelamente, a equipe econômica faz simulações para definir a proposta de emenda à Constituição (PEC) para a reforma da Previdência, a ser encaminhada para o Congresso Nacional a partir de fevereiro. As simulações envolvem idade mínima para aposentadoria e prazo de transição para os trabalhadores que já contribuem para o atual modelo previdenciário.

Guedes se reuniu na tarde desta terça-feira (8) com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no Ministério da Economia, para discutir os dois assuntos – a MP antifraudes e a reforma da Previdência.

“O nosso objetivo é que, nos próximos 20 anos, a gente não tenha mais de falar de reforma da Previdência no Brasil. Além disso, será uma proposta humana, como o presidente deseja que a gente faça, respeitando as pessoas e dando uma boa condição para que seja aprovada no Congresso Nacional”, afirmou Onyx.

Capitalização

De acordo com Guedes, a proposta de reforma da Previdência, que deve ser apresentada a Bolsonaro na próxima semana, também terá duas vertentes. A primeira visa melhorar o atual sistema previdenciário, baseado nas contribuições mensais dos trabalhadores. 

Guedes afirmou que as mudanças são urgentes e necessárias. "O sistema antigo, da forma como está, está condenado. Estamos tentando salvar as futuras gerações”, disse.

Para o futuro, a intenção da equipe econômica é instituir o regime de capitalização, no qual cada trabalhador faz sua poupança individual para aposentadoria. Conforme o ministro da Economia, o governo pretende criar um novo regime previdenciário e trabalhista no país.

"O sistema de capitalização que estamos desenhando é mais robusto, é mais difícil, o custo de transição é mais alto, mas estamos trabalhando para as futuras gerações", argumentou Guedes.

Segundo Onyx, neste momento, a equipe do Ministério da Economia está fazendo as simulações que serão levadas ao presidente, de forma que as decisões do governo e do Congresso sejam tomadas com tranquilidade. "O olhar do ministro Paulo Guedes é para resolver o problema de hoje, mas pensar no longo prazo", disse o chefe da Casa Civil, acrescentando que o texto será conhecido após a avaliação e aprovação de Bolsonaro.

Para Guedes, a partir das mudanças nos sistemas trabalhista e previdenciário será possível retomar o crescimento econômico e a geração de empregos e renda no país. "Nós queremos democratizar a poupança, acelerar o ritmo de crescimento, aumentar a acumulação de capital na economia, estimular o aumento da produtividade e gerar muito emprego", afirmou.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Inflação argentina tem aumento e já acumula alta de 271,5% em 12 meses
Política
Inflação argentina tem aumento e já acumula alta de 271,5% em 12 meses
Ele apresenta ter problemas psicológicos, afirmando ser o 'Anjo Gabriel'
Polícia
Homem se apaixona por funcionária de loja e escreve carta de amor 'ameaçadora' em MS
Caminhoneiro que transportava celulares em compartimento escondido é preso
Política
Caminhoneiro que transportava celulares em compartimento escondido é preso
Projeto - HMCG
Saúde
Ação Popular põe em xeque a construção de hospital municipal em Campo Grande
Deputado estadual Coronel David (PL)
Política
Coronel David questiona prazos no inquérito dos conselheiros afastados do TCE/MS
Presidente Gerson ressaltou que mudanças otimizam recursos públicos
Política
Assembleia aprova novo Plano de Cargos que enxuga 40% da estrutura
Sessão na Câmara Municipal
Política
Vereadores fecham 1º semestre com mais de 270 Projetos aprovados
Vereadores na sessão
Política
Com previsão de R$ 6,8 bilhões, LDO de 2025 é aprovada por vereadores
Sessões são transmitidas ao vivo pelos canais oficiais da Casa de Leis
Política
Deputados aprovam e LDO segue para redação final
Os trabalhos acontecem no Plenário Oliva Enciso, na sede da Casa de Leis
Política
Câmara: Lei de Diretrizes Orçamentárias com receita de R$ 6,8 bi é votada hoje

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
Jovem atropelado no Pioneiros morreu a poucas quadras de casa
Polícia
Jovem atropelado no Pioneiros morreu a poucas quadras de casa
Motociclista não resistiu após bater na traseira da carreta
Polícia
AGORA: Motociclista morre em acidente com carreta na Guaicurus
JD1TV AGORA: Motociclista morre ao ser atropelado por caminhão no Pioneiros
Polícia
JD1TV AGORA: Motociclista morre ao ser atropelado por caminhão no Pioneiros