Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Novembro20 Juizado de transito
Política

Simone Tebet garante amplo debate na sabatina de indicado ao STF

A expectativa dela é de que a interpelação ao Desembargador Kassio Marques dure entre 8h e 10h

20 outubro 2020 - 13h34Brenda Assis, com informações da assessoria

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), senadora Simone Tebet (MDB-MS), garantiu que a sabatina do indicado pelo presidente Jair Bolsonaro à vaga no Supremo Tribunal Federal será democrática e respeitará o amplo debate. A expectativa dela é de que a interpelação ao Desembargador Kassio Marques dure entre 8h e 10h. A senadora fez referência às longas sabatinas para ministros do STF que acompanhou desde o início de seu mandato, dos Ministros Edson Fachin e Alexandre Moraes.

“Amanhã (quarta-feira, 21) nós teremos uma das reuniões mais importante da CCJ”, disse Simone Tebet ao explicar que as pessoas reconhecem a atribuição do Senado de fazer leis, mas que a Casa também exerce o importante papel de controlar e fiscalizar os demais Poderes e, entre esses, o dever constitucional de deliberar sobre as indicações de autoridades pelo Presidente da República.

Simone lembrou que é comum ocorrerem sabatinas longas, tensas e com o início tumultuado por questões de ordem. Ela prometeu imparcialidade na condução do processo e disse que vai seguir rigorosamente o Regimento Interno.

Segundo Simone, os 81 senadores podem fazer questionamentos ao sabatinado. Haverá duas listas de inscrição, uma para os integrantes titulares e suplentes da CCJ e outra para os demais senadores que queiram participar dos questionamentos. Entre interpelação, resposta, réplica e tréplica, cada parlamentar poderá ter até 30 minutos de conversa com o sabatinado. 

A senadora lembra que ao longo deste tipo de reunião, as perguntas vão se repetindo e as respostas tendem a ser mais rápidas. Este ano, devido à pandemia, a reunião será mista entre presencial e virtual para os questionamentos. Mas só poderão votar os parlamentares que estiverem presentes na reunião porque o voto é secreto. 

A senadora Simone Tebet entende que o nome de Kassio Marques deve ser submetido a voto em Plenário logo após a sabatina, na própria quarta-feira, ou no dia seguinte, uma vez que os parlamentares vieram a Brasília, em semana de esforço concentrado, para votar uma série de autoridades. Além do STF, há também mais de 20 indicações para Agências Reguladores, para o Tribunal de Contas da União e para a Comissão de Valores Mobiliários. 

Filtros

A senadora Simone Tebet ainda explicou que uma indicação de autoridade passa por diversos filtros. Primeiro, do presidente da República, que faz a indicação. Depois, pelo relator na Comissão que verifica documentos e critérios a respeito da reputação ilibada e notório conhecimento para a área de atuação do futuro nomeado. Em seguida, passa pelo filtro do Plenário da Casa, que deve aprovar por maioria absoluta de votos, ou seja, 41 dos 81 senadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Projeto pretende criar de canal para denúncias de maus-tratos de animais
Política
E-Título só estará disponível para baixar até as 23h59 de sábado
Política
Governador decreta luto de três dias em razão do falecimento de Roberto Orro
Política
TRE-MS anula votos dados a Harfouche e aumenta vantagem de Marquinhos
Política
Ex-vereador morre depois de ser picado por uma cobra em MS
Política
Prefeito de Barra do Bugres (MT) perde eleição e demite 365 funcionários
Política
Nas eleições de 2020, número de indígenas eleitos é recorde no Brasil
Política
Aos 18 anos, Nivaldinho é o vereador eleito mais jovem de MS
Política
AO VIVO: Acompanhe a posse de Mara Caseiro na Assembleia
Política
Mara Caseiro retorna à Assembleia no lugar de Onevan

Mais Lidas

Cidade
Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora inaugura Cidade do Natal
Saúde
MPMS pede que a população atenda às medidas de biossegurança para evitar contágio de Covid-19
Economia
Mercado de emprego fecha no azul pelo 5° mês consecutivo em MS
Geral
Onça ferida em incêndio no Pantanal melhora com tratamento de ozonioterapia