Menu
Busca sábado, 20 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Política

Vélez diz que percebeu erro e muda comunicado às escolas

Professores e funcionários não terão de falar slogan do governo nem filmar crianças cantando sem autorização

26 fevereiro 2019 - 11h15Da redação

O Estadão divulgou na manhã desta terça-feira (26) que o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, determinou que seu ministério retire de um e-mail enviado nesta segunda-feira (25), a todas as escolas do país o trecho em que pede que crianças sejam gravadas em vídeo após serem perfiladas para cantar o Hino Nacional. Ele também disse que "percebeu o erro" de inserir o slogan da campanha de Jair Bolsonaro "Brasil acima de tudo. Deus acima de todos" ao final do e-mail.

"Eu percebi o erro. Tirei essa frase (com slogan do governo). Tirei a parte correspondente a filmar crianças sem a autorização dos pais. Evidentemente se alguma coisa for publicada será dentro da lei, com a autorização dos pais. Saiu hoje (terça) de circulação", disse brevemente a jornalistas.

O ministro se reuniu com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). "Estive com o presidente do Senado, uma pessoa maravilhosa, muito aberta ao diálogo e nós, no ministério, temos como função cuidar da educação do Brasil, ajudar a educação, melhorar, de mãos dadas com nosso representantes no parlamento", disse após o encontro.

Ainda conforme o Estadão, Vélez Rodríguez participa de audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado para apresentar as diretrizes e os programas prioritários de sua pasta. "Será uma honra muito grande participar dessa sessão no Senado", afirmou.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Juiz determina prisão de ex-presidente do Peru
Política
"Liberdade de imprensa é baluarte democrático", diz Simone
Política
Grupo que estuda PL Anticrime realizará mesa redonda
Política
Orro sinaliza candidatura da esposa à prefeitura de Aquidauana
Política
Orro cobra transparência da CCR MSVia sobre obras na BR-163
Política
Investigados pelo STF terão redes sociais e WhatsApp bloqueados
Política
Desempregados poderão cancelar serviços sem pagar multa contratual
Política
CCJ da Câmara debate parecer da reforma da Previdência
Política
Supremo censura “Crusoé” e MPF desmente denúncia da revista
Economia
Maia diz que reforma da Previdência deve passar pela CCJ esta semana

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Cidade
Morre no Rio, aos 40 anos, MC Sapão
Polícia
Jovem tem bicicleta furtada em estacionamento de supermercado