Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Saúde

Campo Grande melhora avaliação na pandemia

Município retroagiu da categoria preta (grau extremo) para vermelha (grau alto)

14 agosto 2020 - 14h52Flávio Veras

Campo Grande teve queda no grau de risco de Saúde Pública, provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), conforme divulgação realizada pelo Governo de Mato Grosso do Sul, na manhã desta sexta-feira (14). Na semana passada, a cidade estava com a classificação preta (grau extremo), onde a recomendação de todas as atividades econômicas não essenciais.

Agora a capital está na cor vermelha (grau alto), que recomenda permanecer com serviços essências e não essenciais de baixo risco. Ainda conforme o levantamento, dos 79 municípios do estado, apenas dois estão com classificação preta: São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.

Segundo o Secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, os resultados da semana demonstram que os cumprimentos das recomendações do programa implicam diretamente na classificação dos municípios.

"Se os municípios melhoraram, foi porque enxergaram no Prosseguir alguns indicadores que precisavam ser trabalhados, e esse era o nosso objetivo. Cito como exemplo Campo Grande que melhorou a busca por contatos de casos confirmados, ampliou sua capacidade de testagem, em parceria com o governo estadual, e apresentou uma disponibilidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) satisfatória.  Indicadores fundamentais para conter o aumento do número de casos que foram decisivos para a mudança de faixa. Mas isso não significa que podemos relaxar: o fato de termos 21 cidades na faixa de risco alto (vermelho). Esse fato nos deixa em alerta e o desafio é justamente atuarmos nas recomendações para essas cidades”, explicou.


Situação no estado

Com relação ao mapa anterior, 41 municípios mantiveram seu grau de risco, 31 melhoraram seu grau de risco e outros 7 pioraram. Seguindo a recomendação da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), a nova classificação segue a regra de transição das bandeiras que não permite ‘pular’ faixas em caso de melhora dos indicadores, apenas no caso de piora da situação no intuito de acelerar a adoção de medidas.

Programa Prosseguir

Essa classificação é feita pelo Programa Prosseguir. Os municípios são elencados em faixas de cores, de acordo com o grau de risco que cada cidade apresenta (de baixo a extremo), traz recomendações de medidas no âmbito da Saúde Pública, de Serviços Públicos e do Social a fim de nortear agentes da sociedade, principalmente entes públicos, a tomarem suas decisões e tornarem suas ações mais eficientes no combate à propagação e aos impactos da Covid-19.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
MS tem 926 novos casos de coronavírus; 463 são da capital
Saúde
Nesta manhã, 14 pediatras estarão distribuídos nas UPA's e CRSs
Saúde
Das 1.179 mortes pelo coronavírus em MS, a capital chega aos 500 óbitos
Saúde
Confira a escala médica nas UPAs e CRSs nesta segunda
Saúde
Covid-19: Taxa de contágio cai pela primeira vez no Estado
Saúde
MS registra 10 novos óbitos e 382 novas infecções de Covid-19
Saúde
Confira quais UPAs contam com clínico geral e pediatras neste domingo
Saúde
Ministério da Saúde lança guia de orientações para volta das aulas presenciais
Saúde
Brasil passou das 135 mil mortes por covid-19 e acumula 4,4 milhões de casos
Saúde
MS registra 14 óbitos e 649 novas infecções de Covid-19

Mais Lidas

Polícia
Motorista é preso por atropelar ciclista na contra-mão e arrastar bicicleta pela rua
Polícia
Jovem sai para cortar cabelo e seu cadáver é encontrado em decomposição
Agronegócio
Jaraguari terá primeira indústria de etanol de milho do Estado
Geral
Energia: Com fatura de R$ 834, consumidor relata "conta subiu demais"