Menu
Busca terça, 23 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Saúde

Comitê de Combate à dengue tem novos membros

Os membros terão até 2020 para atuar nas ações de combate e controle do Aedes aegypti

12 abril 2019 - 17h55Da Redação com Assessoria

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) empossou os novos membros do Comitê Estadual de Combate ao Vetor Aedes aegypti, na tarde dessa sexta-feira (12.04), no auditório da Governadoria.

Os membros terão até 2020 para exercer suas funções atuando nas ações de combate e controle do mosquito responsável pela transmissão da dengue, chikungunya e Zika. Entre os membros do comitê estão órgãos da administração pública e empresas privadas.

Para o secretário da SES, Geraldo Resende, o trabalho do comitê é muito importante, visto que o estado registra várias mortes decorrentes da doença. De janeiro a 10 de abril, foram registrados 11 óbitos e mais de 22 mil casos da doença foram notificados.

Comitê

O grupo faz parte da estrutura da Sala Estadual de Situação que registra os dados coletados nas visitas realizadas pelos agentes de endemias. A SES intensificou os cursos de capacitação para profissionais que atuam contra o mosquito. A criação do conselho reforça a mobilização da população e aumenta a efetividade das ações.

A Secretaria de Saúde também enviou 37,1 mil frascos de soro fisiológico, 14,5 mil frascos de dipirona e 29,7 mil de paracetamol, por meio da Superintendência Geral de Vigilância em Saúde,  para serem utilizados no tratamento contra a doença.

Os municípios receberam 4,5 mil uniformes, 2,6 mil bolsas de lonas equipadas, 880 máscaras, 620 macacões, 3,7 mil luvas, 1 mil botinas, 4,5 mil filtros, 170 bonés, 36 mil sacos de lixos, 630 óculos de proteção, 570 mil folders, 720 faixas, 23 mil cartazes, 1 mil banners, 60 mil litros de inseticida Malathion e 575 quilos de larvicida Pyriproxufen.

A Coordenadoria Estadual de Controle de Vetores da SES disponibilizou 56 bombas costais e 16 máquinas de fumacê foram distribuídas em Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Coxim, Naviraí, Corguinho, Rio Negro, Aquidauana, Bataguassu, Ponta Porã, Sidrolândia, Terenos, Água Clara e Bonito.

Para atuação em cada município, 79 coordenadores ,189 supervisores e 359 agentes de Endemias foram capacitados. Além de 26 técnicos de laboratório e 162 técnicos operacionais.

Para dar agilidade no diagnóstico, a SES adquiriu  kits de diagnóstico capazes de realizar 25 mil exames, com resultado em quatro horas. O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) realiza exames dos 79 municípios. 

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Saúde na Hora é lançada em Campo Grande
Saúde
Número de pacientes com hepatite cai 7% em 10 anos no Brasil
Saúde
Confira a escala médica de clínico e pediatra deste sábado
Saúde
Mandetta libera R$ 166 milhões para melhorar a saúde em MS
Saúde
Oito pediatras atendem pela manhã e cinco de tarde na capital
Saúde
Instagram não mostrará mais número de curtidas e divide opiniões
Saúde
Duas UPAs atendem com dez pediatras nesta manhã
Saúde
Agentes realizam operação para combater a doença de chagas
Saúde
Onze pediatras atendem nesta manhã de quarta-feira
Saúde
Ministério suspende contrato de 19 remédios de distribuição gratuita

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio