Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Saúde

Em três meses, corona já matou mais que várias doenças em todo 2019

Neste período, o Brasil já registra 29.314 mortes pelo novo coronavírus

01 junho 2020 - 16h32Gabriel Neves

O primeiro caso de coronavírus no Brasil foi confirmado no dia 26 de fevereiro, se tratava de um idoso, 62 anos, que foi internado no Hospital Israelita Albert Einstein no dia anterior (25) em São Paulo.

Nesse período, onde o mundo enfrentava uma pandemia, o Brasil se preparava para um futuro incerto, onde não se sabia o que esperar. Muito se discutia a taxa de mortalidade da doença e quantas pessoas se tornariam vítimas da Covid-19.

Apesar das evidências constatadas em números nos países europeus e asiáticos, muitos se mostravam céticos em relação à mortalidade do coronavírus e brincadeiras eram feitas ao se dizer que o país já enfrentava problemas piores como a dengue e a zika.

Três meses e cinco dias após a confirmação do primeiro caso, o Brasil já registra 29.314 mortes decorrentes da doença e 514.849 pessoas contaminadas, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde neste domingo (31).

A dengue matou 754 pessoas no Brasil em 2019, número que, em 12 meses, representa pouco mais de 2% das mortes causadas por coronavírus em 3 meses.

Também em 2019, a chikungunya matou 95 pessoas no Brasil e a zika matou apenas 3 ao longo dos 12 meses, dados esses apresentados pelo Ministério da Saúde.

Ao sairmos das mortes causadas por doenças o coronvaírus continua contrariando céticos e se mostrando uma doença com alto grau de mortalidade. Em apenas três meses a covid-19 já ocasionou 70% das mortes causadas por acidentes de trânsito em 2019, segundo dados da Seguradora LÍDER, que é administradora do seguro DPVAT e gera esses dados com base nas indenizações pagas.

No ano passado, 40.721 pessoas morreram envolvidas em acidentes de trânsito aqui no Brasil, nos três primeiros meses de 2020 foram 9.298 mortes, número abaixo de óbitos causados nos três meses de pandemia.

O coronavírus não é a principal causadora de mortes no Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) somente neste ano, 165.554 pessoas já morreram em decorrência de doenças cardiovasculares. Número 83% maior que os óbitos causados pela covid-19.

Em 2018 o câncer tirou a vida de 224.712 brasileiros, segundo dados Instituto Nacional do Câncer (INCA). Ainda não existe uma cura ou vacina para o coronavírus e especialistas afirmaram que o Brasil não alcançou o pico da curva epidemiológica, os números crescem a cada dia e não é possível saber até onde eles chegarão.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Prefeitura garante R$ 9,5 milhões para a Santa Casa
Saúde
MS perde mais um médico para o coronavírus
Saúde
Perto da lotação, Campo Grande já possui 87% dos leitos de UTIs ocupados
Saúde
Coronavírus: MS já tem 11.671 confirmações da doença e mais da metade estão recuperados
Saúde
Procon-CG encontra teste de coronavírus de R$ 139,90 a R$ 360
Saúde
Após vencer a morte, Felipe precisa de doação para tratamento de tumor
Saúde
Hospital de Câncer recebe 18 leitos de UTI nesta quinta-feira
Saúde
AO VIVO: Evolução do coronavírus em MS
Saúde
Quinta conta com 16 pediatras atendendo pela manhã na capital
Saúde
Usar máscara em academias não prejudica saúde, dizem especialistas

Mais Lidas

Geral
AO VIVO - V12 e DJ Marcelo Natureza tocam as mais pedidas pelo público
Saúde
Prefeitura garante R$ 9,5 milhões para a Santa Casa
Política
“Estou bem melhor”, diz Paulo Corrêa
Esportes
Live: Rodeio sem público começa nesta quinta em Chapadão do Sul