Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Saúde

Mapa mostra áreas de risco de Dengue

Seis regiões estão com nível "muito alto"

22 janeiro 2020 - 13h32Jônathas Padilha

O secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, disse nesta quarta-feira (22) durante o lançamento da mega operação contra Dengue que Campo Grande está próximo de uma epidemia da doença.

De acordo com o secretário, 900 casos já foram registrados, número aproximado de 1000, quando é considerada uma epidemia. O JD1 Notícias teve acesso a um mapa de notificações de janeiro deste que mostra as regiões com maior índice de incidência.

O mapa separou a capital em 75 regiões e as classificando pelo nível de notificações de casos entre muito alto, alto, moderado, baixo e zero. Seis delas estão classificadas entre muito alto e 19 em alto.

As regiões com os maiores níveis são Nova Campo Grande, Taveiropolis, União, Rita Vieira, Universitário e Los Angeles. Confira o mapa completo abaixo:


Apesar da classificação, os números de casos notificados em cada região não foram divulgados.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Quinta conta com 16 pediatras atendendo pela manhã na capital
Saúde
Usar máscara em academias não prejudica saúde, dizem especialistas
Saúde
Coronavírus: MS tem 11.063 mil e mais seis mortes
Saúde
AO VIVO – Mandetta fala sobre aspectos gerais da pandemia
Saúde
Quarta-feira contará com 17 pediatras atendendo pela manhã na capital
Saúde
Relembre quais os sintomais mais frequentes do coronavírus
Saúde
Transmissão de coronavírus pelo ar é reconhecida pela OMS
Saúde
Cai em 57% número de casos de dengue na capital
Saúde
Marquinhos adere à cloroquina, de novo, e ganha remédios “na faixa”
Saúde
Bolsonaro anuncia carregamento de hidroxicloroquina para Campo Grande

Mais Lidas

Polícia
Após susto com dupla, moradora pede mais segurança no Noroeste
Polícia
Mulher da soco na cara de homem após ser chamada de delícia em restaurante
Polícia
Homem mata idosa, arranca dedos e usa para tentar sacar dinheiro em banco
Brasil
Bolsonaro aprova lei que prioriza teste para profissional essencial