Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Tecnologia

Site de estatísticas com dados sobre crimes na capital e interior será lançado hoje

06 novembro 2012 - 09h53Reprodução/Notícias MS

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) lança nesta terça-feira (06) o site “Estatísticas On-line”, que proporciona acesso imediato às estatísticas criminais atualizadas diariamente com acesso ao banco de dados oficial de registro das ocorrências policiais. Através da ferramenta que divulga os índices de criminalidade do estado, capital e interior, Mato Grosso do Sul passa a ser a primeira unidade da Federação a implantar o sistema que transforma todos os dados gerados a partir de ocorrências registradas nas delegacias físicas e virtuais em estatísticas on-line. O site pode ser acessado através do link http://estatistica.sigo.ms.gov.br/.

As estatísticas disponibilizadas anteriormente a cada três meses pela Sejusp, em cumprimento à Lei da Transparência 12.527/2011, da Lei Estadual 3.464/2007 e da Lei Estadual 3.771/2009, estavam em processo de defasagem, devido à dinâmica das alterações das estatísticas e à agilidade com que os dados precisavam ser noticiados, de acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. “Agora com este sistema vamos proporcionar transparência em tempo real da atividade da segurança pública. As estatísticas que vamos disponibilizar irão mostrar os acontecimentos diariamente. Com isso queremos impedir a divulgação de informações distorcidas”, enfatizou Jacini.

O sistema pretende causar um impacto direto, com a divulgação dos dados, na transparência para consultas das estatísticas pela imprensa e pela população em geral, que também pode ter acesso ao Estatísticas On-line. Trata-se de um sistema independente do Sistema Integrado de Gerenciamento de Gestão Operacional (Sigo), conforme a analista de Tecnologia da Informação, Jaqueline Frozino Costa. “O Estatísticas On-line é um sistema separado, se um usuário estiver realizando consulta das estatísticas não interfere nos registros que estão sendo feitos nas delegacias. O sistema a cada 24 horas faz uma replicação do banco de dados dos registros de Boletins de Ocorrências, gerando as estatísticas para cada tipo de crime”, explicou a analista.

A qualidade das estatísticas disponibilizadas no site foi ressaltada pelo gestor de Estatísticas da Sejusp, Francisco Duarte de Almeida. “As informações são mais precisas, queremos transmitir à população toda a confiabilidade das informações geridas pelo sistema e segurança na análise e divulgação dos dados, além de ser um sistema ágil e rápido”, contou Duarte.

A ferramenta é utilizada com frequência pelas forças policiais modernas como fator de tomada de decisão e como principal ferramenta da gestão estratégica para o desenvolvimento de ações tático-operacionais visando garantir o programa MS Forte Segurança, instituído em 2011, que tem como objetivo reduzir a criminalidade no estado, utilizando como instrumento a inteligência artificial, por meio da análise dos dados estatísticos produzidos pelas instituições da segurança.

Site Estatísticas On-line
Através do site o cidadão poderá ter acesso aos quantitativos dos boletins de ocorrência, mandados cumpridos, veículos recuperados, auto de prisão em flagrante, auto de apreensão em flagrante, armas apreendidas, quantidade de atendimentos do Corpo de Bombeiros Militar do ano de 2012, e ainda as placas de veículos roubados ou furtados das últimas 24 horas.

O portal traz ainda um espaço reservado ao cidadão com informações de pessoas procuradas ou desaparecidas. No mesmo ambiente o cidadão pode ter acesso a informações de registro de boletins de ocorrências on-line, emissão de carteira de identidade e certidões de antecedentes criminais, bem como acessar o disque denúncia 181 e 190.

Via Notícias MS

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia
Celulares Androids terão sensores de terremotos em nova tecnologia do Google

Mais Lidas

Geral
Bolsonaro corta 60% da verba destinada à Rede Globo
Polícia
Agora: Homem faz família de refém e fala em suicídio
Polícia
Personal trainer é assassinada por casal de vizinhos
Saúde
Dengue: MS tem três meses sem mortes, mas é o 2º no Brasil em incidência