Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo Segurança
Turismo

Sectur estuda aumentar passeios do City Tour

O serviço foi reduzido e funciona apenas uma vez por mês

25 julho 2019 - 16h42Joilson Francelino

A Secretaria Municipal de Turismo (Sectur) estuda a volta efetiva do City Tour, criado em 2004 com a proposta de passeios diários, percorrendo mais de 50 pontos turísticos de Campo Grande.

O serviço chegou a ser suspenso, atualmente funciona com trajeto reduzido e uma vez por mês. O passeio é gratuito e se concentra na área central, percorrendo aproximadamente 25 pontos turísticos.

Ao JD1 Notícias, a titular da pasta, Melissa Tamaciro, ressaltou que a procura pelo ônibus é muito grande. “Existe a possibilidade de voltar como era no passado, porém estamos estudando a efetivação de uma parceria pública privada para a administração do ônibus”, informou.

O City Tour hoje também funciona através de solicitação, como é o caso da 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontece na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). O evento atrai mais de 15 mil pessoas que vem de diversas regiões do Brasil e do mundo.

O passeio mensal e gratuito atualmente sai todo primeiro domingo do mês da Cidade do Natal, onde também acontece o “Mãos Que Criam”, evento onde a população pode conhecer o artesanato regional.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
Após acordo, Pantaneta está confirmada para o mês de outubro
Turismo
Bonito terá voos direto de Guarulhos ainda este ano
Turismo
MS estimula o turismo com melhorias no transporte
Turismo
Programa Investe Turismo é lançado com meta de melhorar destinos turísticos e gerar emprego em MS
Turismo
Longen visa desenvolver o turismo no MS
Turismo
Reinaldo e Marcelo Álvaro entregam obra em Bonito

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Polícia
Para fazer ex-mulher sofrer, pai mata filho de 2 anos afogado em bacia
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80