Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Agronegócio

Safra 2018 pode repetir recorde com 238,4 milhões de toneladas

Dados da Conab apontam para colheita de grãos próxima à obtida em 2016/2017

16 dezembro 2018 - 17h49Da Redação com Assessoria

O terceiro levantamento da safra de grãos realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que o país deverá colher 238,4 milhões de toneladas, o que representa aumento de 10,6 milhões de toneladas ou de 4,6% em relação à safra passada. Os principais produtos responsáveis pelo resultado são soja, milho, arroz e algodão, as maiores culturas do país, que juntas correspondem a 95% da produção total.

Caso a estimativa se confirme, praticamente, se repetirá o resultado recorde da safra 2016/2017, de 238,8 milhões de toneladas. O estudo divulgado identificou que as condições climáticas apresentadas até agora, em todas as regiões produtoras de grãos, estão influenciando positivamente a produtividade. Quanto à área plantada, deverá alcançar 62,5 milhões de hectares, com aumento de 1,2% em relação à temporada anterior, correspondendo a mais 756,3 mil hectares. O que explica este acréscimo é o aumento de área para as culturas do algodão e da soja.

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Wilson Vaz deAraujo, observou que o desempenho já poderia ser esperado, tendo em vista o aumento na contratação de crédito neste ano, assim como, da venda de fertilizantes. “Se você pegar uma série um pouco mais longa, verá que nunca se vendeu tanto fertilizante quanto nesses cinco primeiros meses (do Plano Agrícola e Pecuário, desde julho) comparando aos mesmos meses de anos anteriores”.

As expectativas para a Safra 2018/19 indicam que a produção de soja deve chegar a 120,1 milhões de t. Com relação à área plantada dessa cultura, a tendência é de crescimento de 1,8%. No caso do milho, deve atingir 91,1 milhões de t. O milho plantado na primeira safra apresenta produção pontual para atendimento a demandas internas. O foco do produtor neste momento deo plantio é a soja. A área plantada de milho nesta safra atingiu 5,1 milhões de hectares, representando incremento de 0,8%.

Com relação ao algodão, o produto deve atingir 2,4 milhões de t de pluma, com acréscimo de 17,8% sobre a safra anterior. O desempenho das cotações da pluma, tanto no mercado interno quanto externo, estimulou os produtores nacionais a investirem fortemente na lavoura. Além desses produtos, o boletim destaca ainda a produção do amendoim, o girassol e a mamona.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Exportações crescem e superávit de MS atinge US$ 979 milhões, aponta Governo
Agronegócio
MS tem crescimento de 50% na exportação de frango em 2020
Agronegócio
Governo Federal anuncia medidas econômicas para ajudar produtores rurais
Agronegócio
Pequenos agricultores terão orientação contra o Coronavírus
Agronegócio
Saca da soja apresenta alta de 18% nesta safra, diz Famasul
Agronegócio
Calendário de vacinação e plano de ação contra aftosa serão mantidos em MS
Agronegócio
Tereza Cristina estuda dar apoio financeiro a produtores
Agronegócio
Não faltará alimento durante a pandemia, garante CNA
Agronegócio
Ministra Tereza Cristina prestigia lançamento da Tecnofam 2020
Agronegócio
Safra da soja em MS bate recorde com 10,5 mi de toneladas produzidas

Mais Lidas

Brasil
Weintraub fica calado em depoimento a PF
Cultura
“Tamojunto” fará ação solidária recebendo alimentos por chopp
Educação
Defensoria diz que 269 escolas já aderiram plano de redução de mensalidades
Oportunidade
UFMS abre inscrições para especialização Gestão em Segurança Pública