Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Comunidade espírita defende a criação do Dia Nacional do Espiritismo

O tema foi debatido nesta terça-feira, no Senado, e presidido pelo senador Eduardo Girão

11 junho 2019 - 14h15Mauro Silva, com informações da Agência Senado

No Senado, representantes da comunidade espírita defenderam, nesta terça-feira (11), o reconhecimento do dia 18 de abril como o Dia Nacional do Espiritismo no Brasil. De acordo o IBGE, o país tem pelo menos 4 milhões de espíritas, mas os simpatizantes acreditam que esse número chegue a 40 milhões.

A data escolhida pelos espíritas remete ao lançamento de O Livro dos Espíritos (na língua francesa, Le Livre des Esprits) em Paris, no ano de 1857. O debate foi presidido pelo senador Eduardo Girão (Pode-CE), que lembrou que a ideia não é criar um feriado, mas apenas ter um dia para debater as ideias do espiritismo.

Representante da Comunhão Espírita de Brasília, Jefferson Rodrigues Bellomo explicou que o dia é importante por três motivos: reconhecer o espiritismo como parte da cultura brasileira, valorizar a ação social promovida por grupos espíritas e reduzir o preconceito.

A compreensão sobre os princípios que regem o espiritismo também foi a justificativa de Paulo Maia Costa, presidente da Federação Espírita do Distrito Federal, para defender a ideia do Dia do Espiritismo. Ele comentou que muitas pessoas têm uma noção errada do que é o espiritismo e sintetizou os fundamentos da doutrina. “Nós temos o mesmo Deus; cremos que a alma não perece, é imortal; cremos que Deus é bom; cremos na pluralidade da vida, e não numa condenação ao fogo eterno. Não somos inocentes de pensar que estamos sozinhos no universo e que haveria vida apenas no globo terrestre. Há vida em outros planos e comunicabilidade com os espíritos”, sintetizou.

Divulgação

Diretor da Federação Espírita Brasileira, João Pinto Rabelo afirmou que a data pode ajudar a divulgar melhor a doutrina e a vinda de Jesus. “O espiritismo trabalha no silêncio, faz curas no espírito das pessoas, faz milagres imensos, cura as feridas da alma, reconstrói o homem na busca de uma nova fase que a humanidade vai viver e é disso o que as pessoas precisam”, afirmou.

Os participantes da audiência avaliaram como positivo o alcance de filmes que têm difundido os ideais espíritas. De acordo com Bellomo, a obra "Bezerra de Menezes — o diário de um espírito" teve mais de 500 mil espectadores no cinema. "Nosso Lar", sobre Chico Xavier, teve quase 4 milhões, e "Kardec", lançado em maio, já teve mais de 650 mil espectadores nas salas brasileiras.

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Todos votarão em mim, diz Bolsonaro ao sinalizar reeleição
Brasil
Exposição contínua à tela do computador pode afetar crianças e jovens
Brasil
Jogos de hoje definem próximo adversário do Brasil na Copa feminina
Brasil
Crítico de cinema e comentarista do Oscar, Rubens Ewald Filho morre aos 74 anos
Brasil
Bebê é operado no útero da mãe no interior de SP
Brasil
“Se houve irregularidade eu deixo o cargo”, diz Moro
Brasil
Melhora a confiança do empresário, diz CNI
Brasil
Moro espera que reportagens de site não afetem projeto anticrime
Brasil
Ex-chefe do MPF em MS compõe a lista tríplice para PGR
Brasil
Bolsonaro nomeia primeiro brasileiro à diretor técnico de carreira, na Itaipu

Mais Lidas

Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de unidades habitacionais na capital
Cidade
Campo-grandenses se unem e ajudam família que caiu em golpe da falsa encomenda
Polícia
Pai mata filho de 7 anos após convencê-lo de que brincariam juntos
Polícia
Vídeo: Homem é executado por pistoleiros em oficina