Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Governo/Dengue
Brasil

Justiça Eleitoral torna Crivella inelegível

Prefeito do Rio ainda pode recorrer para concorrer as eleições de novembro

24 setembro 2020 - 14h40Joilson Francelino, com informações do G1

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) decidiu, nesta quinta-feira (24), tornar o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), inelegível por unanimidade, por 7 votos. O julgamento tinha sido interrompido com um placar de 6 a 0 na última terça-feira (22).

Sob o argumento de ter tido pouco tempo para se inteirar sobre o julgamento, o desembargador Vitor Marcelo Rodrigues havia pedido vistas para analisar o processo. Ele foi nomeado no TRE no último dia 31 pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A ação que pede a inelegibilidade diz respeito a um evento na Comlurb em que o filho do prefeito, Marcelo Hodge Crivella, foi apresentado como pré-candidato a deputado. O prefeito é candidato à reeleição e, segundo o Tribunal Regional Eleitoral, fica inelegível nesta eleição.

A defesa ainda tem o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar reverter a situação.

 

pax nacional

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Pelo segundo ano consecutivo Brasil não terá horário de verão
Brasil
“Síndrome da cabana” pode surgir com flexibilização de medidas protetivas
Brasil
Ninguém acertou a Mega-Sena e prêmio acumulou para R$ 29 milhões
Brasil
Gasolina tem redução de preço em 4% nas refinarias
Brasil
Vídeo: Bandido faz selfie com roupão após furto
Brasil
Será que foram os ET's? Marcas em plantação de trigo são vistas em SC
Brasil
CAIXA abre 13 agências neste sábado em MS
Brasil
Mãe é presa após ser filmada agredindo filha de 1 ano
Brasil
Bebê morre após ser atacada por cachorro da família
Brasil
Mulher leva idoso morto ao banco para fazer prova de vida

Mais Lidas

Geral
Energisa rebate Procon e fala em reclamações improcedentes
Internacional
Jovem é presa tentando entrar com dinamite em presídio onde estão membros do PCC
Política
Ibope - Gestão de Marquinhos tem 52% de aprovação e 16% de rejeição
Política
Projeto do marco legal das startups é encaminhado ao Congresso