Menu
Busca domingo, 29 de março de 2020
(67) 99647-9098
TJMS topo
Brasil

Paulo Guedes minimiza fala de Bolsonaro sobre queda de ICMS dos combustíveis

Ministro diz que declaração do presidente “não é instantânea” e aponta para a reforma tributária

11 fevereiro 2020 - 16h34Joilson Francelino

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu durante reunião com governadores nesta terça-feira (11) que os Estados não podem baixar impostos no momento. Guedes participou da VIII Reunião do Fórum de Governadores, em Brasília – Distrito Federal.

A declaração do ministro se deu uma semana depois do presidente Jair Bolsonaro lançar um “desafio” aos governadores, de zerar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que a União faria o mesmo, zerando impostos federais.

Para Guedes, a fala do presidente chama a atenção para a necessidade da reforma tributária. “O presidente quando fala isso, ele está dizendo: ‘olha, dentro do preço do combustível, tem muito peso no imposto aí’. Então, quando ele faz uma convocação dessa [para redução do ICMS dos Estados], olha eu abaixo aqui, vocês abaixam aí. Não é instantâneo. É para ser interpretada exatamente como dizendo: vamos para essa reforma tributária”, disse. Guedes ainda afirmou que o governo federal pode abrir mão da tributação, assim como os governos estaduais, se houver um programa de substituição tributária.

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que também esteve na reunião, aproveitou a oportunidade para cobrar da União a criação do Fundo de Ressarcimento dos Estados e a inclusão na Constituição de uma garantia de pagamento do Fundo de Participação dos Estados (FPE), para que seja possível reduzir o ICMS dos Combustíveis.

“Nós já discutimos a Reforma Tributária no Fórum, aprovamos com uma indicação do Fórum que concordávamos abrindo mão do ICMS, os municípios abrindo mão do ISS e a União abrindo mão do PIS/Confins para discutir o IBS, o novo imposto sobre o destino. Nós aprovamos desde que garantido o Fundo de Ressarcimento dos Estados e o FPE Constitucional. Nós, governadores, estávamos concordando com o fim do ICMS, não só dos combustíveis, mas de todos”, destacou Azambuja.

Assembleia - Mais ALEMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Vídeo - Bolsonaro vai para rua e para em churrasquinho
Brasil
Senado votará na segunda auxílio de R$ 600 para trabalhadores
Brasil
Estrangeiros em voos interncionais estão proibidos de entrar no Brasil
Brasil
Brasil tem 92 mortes e 3.417 casos confirmados de novo coronavírus
Brasil
João Dória é ameaçado de morte após discutir com Bolsonaro
Brasil
Fábio Trad diz que isolamento vertical, agora, “é crime”
Brasil
Juíza manda soltar Eduardo Cunha por causa do coronavírus
Brasil
Suspensão de cortes de energia; entenda
Brasil
Bolsonaro muda decreto para reabrir as lotéricas em todo o país
Brasil
Mandetta fica, diz mídia de Brasília

Mais Lidas

Geral
Queimadas aumentam 133% em março deste ano
Saúde
Receitas de medicamentos da Casa de Saúde são prorrogados por mais 3 meses
Agronegócio
Calendário de vacinação e plano de ação contra aftosa serão mantidos em MS
Polícia
Adolescente se irrita e esfaqueia o tio após buzinada no portão