Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Brasil

Temer é transferido para batalhão da PM

O ex-presidente estava preso na superintendência da PF

13 maio 2019 - 16h36Joilson Francelino, com informações da Agência Brasil

O ex-presidente da República Michel Temer foi transferido por volta das 15h30 de nesta segunda-feira (13) da Superintendência da Polícia Federal (PF) em São Paulo, onde cumpre prisão preventiva, para a sala de estado-maior do Comando de Policiamento de Choque, no centro da capital paulista.

A decisão da juíza Caroline Figueiredo, substituta 7ª Vara Federal Criminal do Rio, atende pedido da defesa de Temer.

De acordo com o advogado de defesa Eduardo Carnelós, o pedido para a mudança foi feito na última quinta-feira (9), antes de Temer se apresentar à Polícia Federal (PF). O advogado disse que a Polícia Militar possui sala com as características exigidas pela lei.

Temer e o coronel aposentado João Batista Lima Filho são alvos da Operação Descontaminação, um dos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro, que investiga desvios da ordem de R$ 1,8 bilhão nas obras da usina nuclear de Angra 3. No dia 21 de março, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, acatou pedido do Ministério Público Federal (MPF) e decretou as prisões preventivas de ambos.

Na ocasião, eles foram levados ao Rio de Janeiro, onde ficaram detidos por quatro dias, sendo liberados em 25 de março, conforme liminar concedida pelo desembargador Antonio Ivan Athié. No dia 8, no entanto, a Primeira Turma do TRF-2 derrubou essa liminar por 2 votos a 1. A posição de Athié foi vencida pelos votos dos desembargadores Abel Gomes e Paulo Espírito Santo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Em análise: 11 milhões aguardam aprovação para auxílio
Brasil
Após protestos, DEM expulsa ativista Sara Winter do partido
Brasil
Mandetta quer mudar ou sair de "quarentena"
Brasil
Bolsonaro vai novamente a ato em seu favor e contra instituições
Brasil
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 45 milhões
Brasil
Aprovação do Congresso é de 18% e a do Supremo, de 30%, diz Datafolha
Brasil
Último sorteio de maio da Mega Sena pagará R$ 38 milhões
Brasil
Weintraub fica calado em depoimento a PF
Brasil
Gilberto Dimenstein, jornalista e escritor, morre em SP aos 63 anos
Brasil
Witzel exonera chefe da Casa Civil e secretário de Fazenda

Mais Lidas

Política
Moro ficará seis meses recebendo salário de ministro sem poder advogar
Cidade
Famílias do "Linhão" começam a ser reassentadas
Saúde
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS, diz SES
Internacional
Soldados do Exército paraguaio estão na fronteira para barrar entrada de brasileiros