Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

Repasse de ICMS será maior para 55 prefeituras em 2019

A capital do estado não está na lista dos municípios que receberão mais recursos

04 janeiro 2019 - 12h38Da Redação com Assessoria

O índice definitivo divulgado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) indica que 55 das 79 prefeituras de Mato Grosso do Sul receberão mais recursos da cota a que têm direito na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no exercício financeiro de 2019.

Desta forma, as outras 24 prefeituras terão menos dinheiro para investir este ano, conforme a Resolução  n.º  2.994, da Sefaz, publicada na edição extra do Diário Oficial do Estado 9.810, em 28 de dezembro de 2018.  

A divulgação dos índices é feita anualmente em cumprimento de norma nacional e serve para estabelecer o índice de participação dos municípios na arrecadação do ICMS que ocorrerá no ano seguinte.

Integram o índice de participação dos municípios na arrecadação do ICMS os seguintes critérios e percentuais: Valor adicionado (75%), receita própria (3%), extensão territorial (5%), números de eleitores (5%), ICMS ecológico (5%) e uma parte igualitária entre os 78 municípios (7%).

Embora responsável por 75% do cálculo, não é só o valor adicionado que integra a composição do índice de participação. A receita própria das cidades também é outro elemento econômico utilizado na regra, responsável por 5% da divisão.

Receita própria é, basicamente, a arrecadação dos tributos municipais, como o IPTU, ISS, ITBI e as taxas e contribuições de competência municipal.

Por ordem de classificação, os municípios que terão mais dinheiro para investir a partir de janeiro deste ano são Selvíria, Bandeirantes, Glória de Dourados, Corguinho, Juti, Dois Irmãos do Buriti, Guia Lopes, Anaurilândia, Tacuru, Rochedo, Porto Murtinho, Brasilândia, Novo Horizonte do Sul, Ivinhema, Água Clara, Jaraguari, Santa Rita do Pardo, Alcinópolis, Itaquiraí, Vicentina, Sete Quedas, Laguna Carapã, Camapuã, Figueirão, Bonito, Costa Rica, Angélica, Rio Verde de Mato Grosso, Ribas do Rio Pardo, Mundo Novo, Bela Vista, Nioaque, Batayporã, Pedro Gomes, Deodápolis, Miranda, Rio Negro, Maracaju, Sidrolândia, Inocência, Terenos, Iguatemi, Coxim, Naviraí, Rio Brilhante, Bataguassu, Itaporã, Nova Alvorada do Sul, Aral Moreira, Caarapó, Eldorado, Três Lagoas, Amambai, Fátima do Sul e Nova Andradina.

ICMS REDUZIDO

Também por ordem de classificação, os municípios que terão o índice de ICMS reduzido Ester ano são Japorã, Taquarussu, Ladário, Chapadão do Sul, Bodoquena, Paranhos, Paraíso das Águas, Ponta Porã, Paranaíba, Aquidauana, Anastácio, Corumbá, Dourados, Campo Grande, Douradina, Cassilândia, Jardim, Aparecida do Taboado, Sonora, Antônio João, Coronel Sapucaia, São Gabriel do Oeste, Jateí e Caracol.  

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Trecho da Calógeras será interditado nesta quarta-feira
Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de apartamentos na capital
Cidade
"Leva e Traz" está disponibilizando vagas para motoristas na Capital
Cidade
“Estou me esforçando para melhorar o sistema de saúde”, diz Marquinhos
Cidade
Licenciamento de placas final 6 devem ser pagos até o final julho
Cidade
Agetran interdita diversas ruas neste fim de semana; confira
Cidade
Jardim Anache, o sonho do asfalto realizado
Cidade
Energisa inicia retirada de postes da 14 neste sábado
Cidade
Espaço abandonado no Horto será reformado para abrigar a SAS
Cidade
Dívidas do IPVA chegam a R$ 47,2 mi, diz Sefaz

Mais Lidas

Polícia
Adolescente morre depois de ficar com pescoço preso em janela
Polícia
Pai arrecada R$ 1 mi para tratamento do filho e foge com valor
Polícia
Homem comete suicídio depois de tentar matar ex-mulher
Cultura
Marcos e Belluti abrem o Festival do Sobá, em Campo Grande