Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Cidade

Confira dicas de preenchimento correto do Alvará Imediato

A orientação é do Secretário Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana Luís Eduardo Costa

16 janeiro 2020 - 13h11Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

Após serem encontrados erros no preenchimento do Alvará Imediato, o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana Luís Eduardo Costa, falou sobre a atenção que os profissionais devem ter no momento do preenchimento dos dados relacionados à obra.

Eduardo fala que os analistas estão encontrado erros freqüentes quando estão verificando o preenchimento. “Por exemplo: a taxa de ocupação extrapolada, taxa de permeabilidade que não atendeu a legislação em vigor, áreas a construir divergem entre memorial descritivo e projeto, falta do cálculo da caixa de captação ou inexistente entre outros. Nossa equipe está atenta e o profissional poderão sofrer as sanções legais previstas”, explicou.

O profissional que solicita o Alvará Imediato é o responsável técnico, atestando que a obra será executada de acordo com o projeto apresentado, assumindo toda a responsabilidade, inclusive quanto a segurança, habitabilidade, higiene e estabilidade, assim como as demais responsabilidades decorrentes do não cumprimento das legislações vigentes.

Para fins de obtenção da Licença Urbanística, o Alvará de Construção, o profissional afirma que durante a execução da obra atenderá às normas técnicas brasileiras e a todas as exigências das legislações municipais, estaduais, federais, em especial o disposto na lei de ordenamento do uso e ocupação do solo de Campo Grande.

Durante a análise do processo ou na vistoria na obra o agente fiscal verifica que o que foi informado no Alvará Imediato e se não estiver em concordância com a execução do projeto será apurada a responsabilidade do profissional e penalidades serão aplicadas.

As penalidades consistem em, por exemplo, o cancelamento do Alvará de Construção, multa e o embargo da obra. Por isso a importância em se preencher corretamente os dados a serem informados para a emissão do Alvará.

Veja quais são os erros mais encontrados pelos analistas:

  • cálculo da área permeável incorreto,
  • metragem da calçada incorreta,
  • área da piscina incorreta,
  • cálculo da caixa de captação incorreto ou não indicou a caixa de captação,
  • taxa de ocupação extrapolada,
  • áreas na prancha incorretas,
  • executor da obra incorreto,
  • grafia do logradouro,
  • área do terreno no carimbo e área da categoria do corpo principal indicando somente a área do primeiro pavimento,
  • grafia e área do terreno na prancha,
  • somatório do total da área a construir está incorreta ,
  • área permeável indicada somente em porcentagem
  • anexado somente uma categoria,
  • somatório de áreas das categorias está diferente das pranchas,
  • taxa de permeabilidade não atende a legislação vigente,
  • não anexar a categoria de cobertura,
  • apresentar memorial da cobertura,
  • denominação de bairro na prancha,
  • área a construir diverge entre memorial e projeto,
  • pessoa jurídica no projeto e pessoa física cadastrada no sistema,
  • grafia do logradouro na prancha
  • taxa de ocupação está acima do permitido,
  • soma total das unidades no quadro de áreas está incorreto,
  • não está indicada a área na legenda e a tipologia na categoria está incorreta,
  • número de unidades na categoria está incorreta,
  • área total a construir na categoria está incorreta,
  • área da categoria está divergente da prancha.
Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Prefeitura vai prorrogar “Refis da Saúde” até dia 20
Cidade
MP quer "Lei Seca" e bares fechados às 17h
Cidade
Vídeo: Em entrevista exclusiva ao JD1, prefeito sinaliza que não vai “fechar” a capital
Cidade
Ernesto Geisel será interditada para obras no rio Anhanduí na segunda-feira
Cidade
Vídeo: “Medida amarga, porém necessária”, diz defensor Rombi sobre lockdown na capital
Cidade
AO VIVO – Arara branca incentiva doação de sangue na capital
Cidade
Refis 100% saúde: termina hoje prazo para aproveitar descontos
Cidade
Marquinhos diz que não há necessidade de lockdown
Cidade
Defensoria teria “atropelado” ação por aumento de leitos
Cidade
Defensoria quer “fechar” Campo Grande por 14 dias; saiba porquê

Mais Lidas

Polícia
Vídeo - motociclista cai em bueiro após ser atingida por carro
Geral
Com Covid-19, delegado de MS é transferido para o hospital Albert Einstein em São Paulo
Geral
Serralheria Campo Grande pagará R$178.348,60 por lesar clientes
Polícia
Motociclista bate em placa de sinalização e morre em Campo Grande