Menu
Busca quarta, 26 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

EMHA diz que invasões prejudicam 42 mil famílias que aguardam programa de moradias

A agência notificou famílias que invadiram terreno no Jardim Noroeste e esclareceu o fato em nota

20 maio 2019 - 12h50Rayani Santa Cruz

Depois de invadirem e ocuparem área pública na região do bairro Jardim Noroeste em Campo Grande, as famílias foram notificadas e orientadas a deixarem os barracos. O local fica próxima ao antigo aterro de entulhos, desativado em 2017 e já havia sido invadido em 2010 por outras pessoas que foram atendidas pela Agência Municipal de Habitação (EMHA).

Depois da divulgação sobre a desapropriação do local pela imprensa, a EMHA, emitiu nota de esclarecimento e afirmou que nesta segunda-feira (20), a equipe da agência esteve no local com a finalidade de avaliar o perfil social dessas famílias. O intuito é o levantamento de informações para estabelecer um plano de ação para verificar possibilidades de reassentamento.

O órgão informou ainda que “no momento, não há compromisso de atendimento imediato” e ressaltou que homens solteiros e sem filhos que moram no local definitivamente não serão atendidos, caso haja eventual auxílio de moradia para essas famílias.

A área ocupada se transformou em uma verdadeira favela e conforme a própria EMHA, houve uma invasão em 2010 e as famílias foram atendidas por programa habitacional emergencial e reassentadas, entre 2011 e 2012, no Conjunto Habitacional Nova Serrana, e Residencial Celina Jallad.

A área pública, posteriormente, foi desocupada e limpa. Em 2013, o local voltou a ser invadido, causando uma série de prejuízos tanto ambientais quanto ao ordenamento do programa habitacional municipal, segundo o órgão.

Para o poder municipal as invasões prejudicam cerca de 42 famílias que aguardam, de maneira legal e justa o benefício da moradia social, já que os invasores tentam forçar a administração a atendê-los de forma imediata e fora do cadastro livre.

Assembleia para todos - junho-19

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Representantes da Sudeco ouve demandas do setor produtivo de MS
Cidade
Prefeitura vai reforçar a iluminação nas saídas da capital
Cidade
Prefeitura publica resultado de seleção de motoristas
Cidade
Com capacitação, 65% da Guarda Municipal estará pronta para trabalhar armada
Cidade
Casas de ração são fiscalizadas pelo Procon
Cidade
Duas entradas do Parque das Nações serão fechadas para desassoreamento
Cidade
Com mais investimentos criminalidade em MS cai 16%
Cidade
Vereadores divergem sobre criação de CPI do Transporte Coletivo
Cidade
Supermercado Real é autuado pela venda de produtos vencidos
Cidade
Terminais serão reformados na capital com investimento de R$ 5,4 mi

Mais Lidas

Polícia
Vídeo – ex-policial é executado no estacionamento do Shopping China
Polícia
Pilar de concreto cai e mata criança deitada em rede
Cidade
Supermercado Real é autuado pela venda de produtos vencidos
Polícia
Homem é atendido com faca cravada no crânio em MS