Menu
Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Cidade

Escola Sesi abre inscrição para curso de primeiros socorros obrigatório

O curso é destinado aos professores, que devem ser capacitados para executar os primeiros socorros até a chegada do médico

03 fevereiro 2019 - 07h40Da redação com assessoria

Após um incidente acontecer com um aluno em uma excursão, uma lei trata com obrigatoriedade a capacitação de professores e funcionários nas instituições de ensino, para que os mesmos saibam como agir em situação de emergência.

O Sesi procura por medidas de prevenção e desenvolveu um curso de primeiros socorros nas escolas, voltado para professores, que por meio de aulas teóricas e práticas irá capacitá-los em situações de emergência. As inscrições para primeira turma de 2019, estão abertas e os professores que tem interesse pode garantir a vaga, já que são limitadas.

As aulas são presenciais e serão realizadas nos dias 7 e 8 de fevereiro, das 18 às 22 horas, na Faculdade do Senai de Campo Gander. Para se matricular, basta ligar no 0800 723 7374 e seguir as orientações e receber outras informações sobre os documentos necessários. É possível pagar a taxa de inscrição no dia do curso, em dinheiro ou com cartão de débito.

Os profissionais precisam cumprir a carga horaria regulamente, concluindo um total de 8 horas para receber o certificado do Sesi, que atesta ao estabelecimento que os professores e funcionários estão capacitados para agir identificar e agir preventivamente até o socorro médico chegar, atendendo as demandas conforme a lei.

Lei Lucas 

Em outubro de 2017, Lucas Begalli Zamora de Souza morreu depois de engasgar com um cachorro-quente durante uma excursão da escola, no município de Cordeirópolis (SP). O caso chamou a atenção para a realidade de instituições de ensino do Brasil afora - segundo dados da ONG Criança Segura, menos de 1% dos estabelecimentos de educação infantil contam com funcionários capacitados para agir em situações de emergência.

Desde o ocorrido, a mãe do menino, Alessandra Begalli, atua para tornar lei a obrigatoriedade da capacitação de professores e funcionários das escolas. Por causa do trabalho, a Lei Federal nº 13.722/2018, de 04 de outubro de 2018, foi batizada de “Lei Lucas”.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mais uma etapa de limpeza foi deflagrada na quarta-feira
Cidade
Em dois dias, Energisa retirou mais de 10 mil metros de cabos clandestinos de postes
Casos de dengue crescem no Brasil
Cidade
Na luta contra a dengue, MS ultrapassa os 15 mil casos registrados
Agetran interdita ruas em Campo Grande
Cidade
Confiras as ruas que ficarão interditadas neste fim de semana na Capital
Moradores do bairro Oliveira III na Capital
Cidade
Prefeitura entrega ruas asfaltadas aos moradores do bairro Oliveira III
Fumacê
Cidade
Nova Campo Grande e Vila Popular recebem Fumacê nesta quinta
Transporte coletivo em Campo Grande
Cidade
Menos ônibus: Consórcio opera com programação de férias escolares até fim de julho
A ordem de serviços para o início da reforma será assinada após o período eleitoral
Cidade
Adriane anuncia investimento para revitalização do Camelódromo
Cruzamento da Rua Santa Adélia com Ernesto Geisel
Cidade
Região do Cohafama próximo ao Norte Sul terá ruas interditadas até o fim do julho
Sede do Detran-MS em Campo Grande
Cidade
MS tem 91 mil processos de 1° habilitação para serem feitos até dezembro
Mais uma etapa de limpeza foi deflagrada nesta quarta-feira
Cidade
JD1TV: Energisa e Sejusp deflagram ação para retirar fios clandestinos de postes da Capital

Mais Lidas

Reprodução/Instagram
Esportes
Dispensado pelo Athletico, Bruninho Samudio assina com o Botafogo
A nova edição será neste sábado (20), em Campo Grande
Comportamento
'Desapega Campo Grande' vai reunir mais de 100 expositores com peças a partir de R$ 1
Copa do Brasil
Esportes
Oitavas de final da Copa do Brasil 2024: veja confrontos
Divulgação da nova loja na Capital
Comportamento
JD1TV: Nova loja de sex shop da Capital divide opiniões após divulgação inusitada