Menu
Busca sexta, 02 de junho de 2023
(67) 99647-9098
Cidade

Inscrições para o Mais Médicos começam nesta sexta

São 5,9 mil vagas em 1,9 mil municípios. Inscrições termina na quarta

26 maio 2023 - 12h49Karine Alencar

As inscrições para o programa Mais Médicos começam nesta sexta-feira (26), com prioridade para profissionais brasileiros formados no país. O edital com 5.970 vagas distribuídas em 1.994 municípios foi divulgado na última segunda-feira (22).  

Também podem participar da seleção brasileiros formados no exterior ou estrangeiros, que continuarão atuando com Registro do Ministério da Saúde (RMS) em vagas não ocupadas por médicos com registro no país.

As inscrições seguem abertas até a próxima quarta-feira (31) e a previsão, segundo a pasta, é de que os profissionais comecem a atuar nos municípios no fim de junho.

Para se inscrever, basta acessar o Sistema de Gerenciamento de Programas por meio do endereço eletrônico do Mais Médicos. Após a validação da inscrição, de 1º a 5 de junho, os candidatos poderão indicar até dois locais de atuação de sua preferência.

Na alocação dos profissionais, serão considerados critérios relacionados à titulação, formação e experiência prévia no projeto. Para desempate, terão prioridade candidatos de residência mais próxima do local de atuação no Mais Médicos, com maior tempo de formado e de maior idade.

O valor previsto no edital da bolsa-formação é de R$ 12,3 mil ao mês, pelo prazo de 48 meses, prorrogáveis por igual período. Todos os participantes poderão receber incentivos pela permanência no programa, sendo que os que forem alocados em regiões de extrema pobreza e vulnerabilidade, de acordo com a oferta do edital, recebem um percentual maior.

Balanço
Segundo o ministério, atualmente mais de 8 mil médicos atuam no programa e o edital aberto agora é para recompor vagas ociosas dos últimos quatro anos, além de mil vagas inéditas para a Amazônia Legal.

Cerca de 45% das vagas estão em regiões de vulnerabilidade social e historicamente com dificuldade de provimento de profissionais. Em 2023, 117 médicos foram convocados para atuar em distritos sanitários indígenas, inclusive no território yanomami, em situação de emergência sanitária.

“A expectativa do governo federal é chegar até o fim do ano com 28 mil profissionais do Mais Médicos atendendo em todo o país, principalmente nas áreas de extrema pobreza. Com isso, mais de 96 milhões de brasileiros terão a garantia de atendimento médico na atenção primária, porta de entrada do SUS”, informa o ministério.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
'Blitz Educativa' contra incêndios florestais acontece na Capital
Cidade
Centro Comunitário da Vila Fernanda recebe aulão de zumba nesta sexta
Cidade
Show Pet Brasil: 4ª edição do evento acontecerá em setembro no Shopping Norte Sul
Cidade
Crianças têm alta de internações por vírus sincicial respiratório
Cidade
MS lidera ranking nacional, com mais casos de feminicídios
Cidade
Mais 135 assistentes educacionais inclusivos são convocados pela Prefeitura
Cidade
Estelionatários se passam por advogados para extorquir clientes
Cidade
Adriane sanciona lei para combater a violência contra crianças
Cidade
Com ajuda de 25 internos, revitalização da Unei Dom Bosco é entregue
Cidade
JD1TV: "Jogo de empurra" deixa caminhão tombado próximo ao Detran-MS sem sinalização

Mais Lidas

Polícia
Agiota é morto a tiros enquanto chegava em casa
Política
Filiação de Adriane no PP reúne 'pesos pesados' da política
Brasil
JD1TV: Adolescente morre após cair de cachoeira durante brincadeira com os amigos
Internacional
JD1TV: Jovem é esmagada por caminhão durante o serviço