Menu
Busca terça, 23 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Cidade

Maqueiro pinta paredes da pediatria para alegrar crianças em tratamento

Renatinho, usou um talento para melhorar a unidade municipal que fica no Rio de Janeiro; veja as fotos

18 junho 2019 - 10h15Priscilla Porangaba, com informações da Razões para Acreditar

Maqueiro no Hospital Miguel Couto há 16 anos, Renato Pereira da Silva, o Renatinho, usou um talento que possuiu para melhorar o astral das crianças atendidas na unidade municipal, que fica no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro.

Ele pediu permissão ao diretor do hospital e pintou personagens de histórias infantis nas paredes da pediatria, o que transformou o ambiente e deu mais cor e alegria.

O profissional disse que “a intenção é deixar um ambiente mais leve e alegre para as crianças que estão sendo tratadas”, comentou.

O artista não vê a pintura como um caminho profissional, e sim como um “tratamento psicológico” para ele mesmo, como define.

Ele conta que em 2008, quando houve uma mudança de administração do hospital, foram retirados todos os quadros dos corredores, o que deixou o lugar ainda mais sem referências alegres. Agora, o maqueiro pediu permissão à enfermaria e ao diretor do hospital e botou mãos à obra.

Como os quartos da Pediatria são divididos pela idade dos pacientes, ele fez desenhos que se adequam melhor a cada faixa etária. Para os meninos, desenhou super-heróis famosos entre as crianças, como Thor e Capitão América.

Para as crianças em idade de alfabetização, desenhou uma parede inteira com as letras do alfabeto. As princesas Frozen e Tiana são duas das personagens que colorem as paredes do quarto das meninas. E ele já recebe até encomendas, como a de Isabella Barbosa, de 6 anos. “Agora, eu quero que ele faça a Bela e a Cinderela”, pediu a menina.

Renatinho desenhou e coloriu todos os desenhos em seus dias de folga, “eu chegava ao hospital às 7h e terminava às 22h. Só parava para almoçar”.

Para Simone dos Santos Ramos, 33 anos, que trabalha como servente no hospital, os desenhos do maqueiro animam as crianças: “Por ser um lugar triste, os desenhos fazem com que elas se sintam melhor em estar aqui”.

Seus desenhos podem ser vistos na página “RPS Artes”, no Facebook. Apesar do talento, Renatinho não vê o desenho como uma profissão. “Não tenho o desenho como forma de ganhar dinheiro, o desenho, para mim, é um tratamento psicológico”, ressalta.

No ano passado, ele concluiu o Ensino Médio e atualmente está fazendo curso de técnico de enfermagem, custeado pelas enfermeiras do Hospital Miguel Couto e por uma senhora para quem trabalha como cuidador.

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
"Leva e Traz" está disponibilizando vagas para motoristas na Capital
Cidade
“Estou me esforçando para melhorar o sistema de saúde”, diz Marquinhos
Cidade
Licenciamento de placas final 6 devem ser pagos até o final julho
Cidade
Agetran interdita diversas ruas neste fim de semana; confira
Cidade
Jardim Anache, o sonho do asfalto realizado
Cidade
Energisa inicia retirada de postes da 14 neste sábado
Cidade
Espaço abandonado no Horto será reformado para abrigar a SAS
Cidade
Dívidas do IPVA chegam a R$ 47,2 mi, diz Sefaz
Cidade
Andorinha é autuada por desrespeitar estatuto do idoso
Cidade
Cruzamento perigoso na rua da Divisão recebe semáforo

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio