Menu
Menu
Busca sexta, 21 de junho de 2024
TJMS - Jun24
Cidade

Mudanças na temperatura aumentam casos de rinotraqueíte em gatos

Ela é causada pelo vírus herpesvírus felino ou calicivirus felino

26 maio 2024 - 13h40Luiz Vinicius, com informações da Assessoria

Com a chegada das temperaturas mais baixas, a saúde de parte da população tende a sofrer com as ‘ites’ e com os animais também não é diferente. A rinotraqueíte, também chamada de ‘gripe dos felinos’ é uma doença viral que causa sintomas parecidos com da gripe em humanos, tais como espirros, coriza e falta de apetite. Ela é causada pelo vírus herpesvírus felino ou calicivirus felino, e acomete principalmente animais com imunidade baixa, mal nutridos ou que já possuem doença pré-existente.

É uma doença altamente contagiosa que afeta principalmente o trato respiratório superior dos gatos. A transmissão ocorre principalmente por contato direto com secreções nasais, salivares e oculares de gatos infectados, além de objetos contaminados, como tigelas e brinquedos.

Segundo Edvaldo Sales, veterinário-chefe da Subea, o diagnóstico é geralmente baseado nos sinais clínicos e no histórico do animal. Em alguns casos, testes laboratoriais são necessários. “O tratamento é principalmente sintomático, com antivirais. Mas é muito importante observar e manter a hidratação e alimentação dos animais, para que eles consigam uma resposta mais rápida. Antibióticos podem ser prescritos para prevenir ou tratar infecções secundárias”.

Os gatos Freddie, Baunilha, Café e Jacob foram atendidos pela equipe da Subea com sinais clínicos de rinotraqueíte. O tutor, Beto Araújo, que acolhe animais em sua residência, disse que eles começaram a apresentar os sinais e por isso trouxe para consulta. “Tenho outros animais em casa, e para preservar os outros deixei eles separados e trouxe assim que pude”.

Sales destaca que o prognóstico para gatos que recebem tratamento adequado é geralmente bom, e com manejo e prevenção adequados, a maioria dos gatos pode se recuperar totalmente da doença. “Apesar de ser uma doença de fácil contágio, dificilmente o quadro de saúde do animal se agrava, ao ponto de precisar de uma internação”.

Como prevenção, o veterinário ressalta a importância da vacina polivalente, além do tutor procurar um médico veterinário aos primeiros sintomas do animal. “A vacina para os felinos é um pouco mais cara que a dos cães, por exemplo. Mas para tutores que possuem mais de um animal em um mesmo ambiente, é muito importante para evitar uma proliferação da doença”. Atualmente a Subea estuda formas para disponibilizar essa vacina, principalmente para protetores de animais, de forma gratuita.

Consultas - A Prefeitura de Campo Grande, através da Subea, disponibiliza as segundas, terças, quintas e sextas-feiras, consultas veterinárias gratuitas para cães e gatos da população. São distribuídas 15 senhas pela manhã, a partir das 7h30, e 15 senhas pela tarde, a partir das 13h. O tutor deve ir até a unidade de atendimento com o seu animal, além de documento com foto, comprovante de residência e o número do NIS atualizado.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agetran nas ruas de Campo Grande
Cidade
Confira as ruas que ficarão interditadas na Capital neste fim de semana
Foto: PMCG
Cidade
Mais de 200 contratos de regularização fundiária são entregues na Capital
Local periciado
Cidade
MP recorre contra absolvição de 'Xande' acusado de matar adolescente em Campo Grande
Perícia deve estar pelo local para ajudar a mensurar o prejuízo
Cidade
Ainda sem saber tamanho do prejuízo, donos de borracharia 'só querem arrumar estrago'
2º Congresso 'Mulheres pela Paridade' será sediado na Capital nos dias 27 e 28 de junho
Cidade
2º Congresso 'Mulheres pela Paridade' será sediado na Capital nos dias 27 e 28 de junho
Não restou praticamente nada do veículo
Cidade
SUV de luxo fica destruída após incêndio ao lado do Rádio Clube Campo
Fumacê
Cidade
Jardim Leblon, Dr. Albuquerque e Universitário recebem Fumacê nesta quinta
Pedágio da CCR MSVia na rodovia federal BR-163
Política
Deputados de MS movem ação judicial para 'barrar' reajustes de pedágio na BR-163
Prefeitura convoca monitores de alunos e assistentes de educação infantil
Cidade
Prefeitura convoca monitores de alunos e assistentes de educação infantil
Vítima foi atendida pelo Samu e levada para a Santa Casa
Cidade
Idoso quebra as pernas ao cair de telhado na Vila Piratininga

Mais Lidas

Breno Souza Firmino, de apenas 16 anos, atuava como volante na equipe SUB-17 da Portuguesa
Polícia
Adolescente de time de MS morre na Capital
Leonildo Herrero atuou por 38 anos na Santa Casa da Capital
Geral
Morre o médico Leonildo Herrero
Antes e depois do entorno no empreendimento
Cidade
'Cracolândia' da região da Antiga Rodoviária ganha empreendimento privado
JD1TV AGORA: Antiga fábrica da Frutilla pega fogo em Campo Grande
Polícia
JD1TV AGORA: Antiga fábrica da Frutilla pega fogo em Campo Grande