Menu
Busca sábado, 15 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Cidade

Prefeitura estabelece decreto sobre a conduta de agentes públicos nas eleições

O objetivo é garantir transparência na administração em virtude das eleições municipais

18 fevereiro 2020 - 15h15Marya Eduarda Lobo, com informações da assessoria

A Prefeitura de Campo Grande publicou o decreto n. 14.150, que estabelece condutas a serem observadas pelos agentes públicos da Prefeitura Municipal de Campo Grande no ano de 2020, em virtude das eleições municipais, nesta terça-feira (18). O objetivo é garantir transparência na administração.

A lei de conduta de agentes públicos no período eleitoral é definida na Lei Federal de 30 de setembro de 1997 e visa garantir a transparência da Administração Pública Municipal no período eleitoral de 2020, além de considerar a necessidade de assegurar que não se pratiquem atos que aumentem as despesas de pessoal nos 180 dias do final deste mandato, em obediência ao disposto no Parágrafo único da Lei Complementar de 4 de maio de 2000, Lei da Responsabilidade Fiscal.

Segundo a publicação, o descumprimento pelos agentes públicos municipais das disposições deste decreto importará na aplicação de penalidade administrativa, apurada a responsabilidade, conforme legislação vigente. Fica vedado aos agentes públicos municipais ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta e indireta do Município de Campo Grande ou cedidos à Administração Municipal, ressalvada a realização de convenção partidária.

Além de fazer ou permitir o uso promocional ou fazer distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social, custeados ou subvencionados pelo Poder Público, em favor de candidato, partido político ou coligação. Manifestar qualquer preferência em relação a candidato a cargo eletivo, efetuando propaganda político-partidária, quando no exercício da função pública ou do cargo público e também ceder servidor público ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor estiver licenciado do exercício do cargo.

O decreto pode ser conferido na íntegra no Diário Oficial a partir da página 8, encontrado aqui.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Demitidos do Consórcio Guaicurus terão plano de saúde e "passe grátis"
Cidade
Todos os acessos do bairro Tiradentes receberão recapeamento
Cidade
Em meio a pandemia, exportações crescem 29,37% em MS
Cidade
“Algo que você tenta acertar”, diz Marquinhos sobre decretos
Cidade
Prefeitura adquiri mais 70 mil lâmpadas de LED para a iluminação pública
Cidade
“Bico seco” e restrições evitaram fechamento da capital
Cidade
"Bico seco" na capital vai até domingo
Cidade
Trecho da Ernesto Geisel é interditado por obras na margem do Rio Anhanduí
Cidade
Abandonado pelos pais, filhote de tamanduá, gambá e coruja são resgatados
Cidade
Julgamentos do 2º grau do Judiciário de MS crescem 7% em julho

Mais Lidas

Justiça
STF anula demarcação da Fazenda Santa Alice
Geral
Funcionário do Detran testa positivo e alega omissão do órgão
Esportes
Vexame histórico: Bayern “enfia” 8 no Barça na Champions
Brasil
Vídeo: Casal aparece fazendo sexo em reunião virtual de vereadores