Menu
Busca segunda, 20 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Cidade

Procon visita 138 estacionamentos e constata diferença de até 1.900% nos preços

Estacionamentos são todos da região central de Campo Grande

26 setembro 2019 - 11h33Vitória Ribeiro, com informações assessoria

Equipe de pesquisadores da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor - Procon/MS, saíram a campo realizando preços praticados por estacionamentos particulares situados na área central da Capital, ocasião em que visitaram 138 estabelecimentos, dos quais 105 estão sendo divulgados.

A diferença numérica entre os estacionamentos pesquisados e os divulgados ocorre em face de 33 deles não possuírem Alvará de Localização e Funcionamento o que configura desobediência ao Código de Defesa do Consumidor. Nas planilhas é possível detectar pontos divergentes ou que suscitam dúvidas uma vez que, no exercício do livre comércio, alguns locais utilizam métodos que, levados em consideração, os cálculos a respeito de tempo de utilização “não fecham”.

Um exemplo é o estacionamento do Posto Nossa Senhora Aparecida localizado na avenida Afonso Pena no centro de Campo Grande onde para permanência  de 15 minutos para carro ou moto são cobrados R$ 3,00. Para 30 minutos o valo pago é de R$ 5,00 para carro e R$ 3,00 para motos, valores que permanecem se  o tempo de utilização for de 45 minutos ou 1 hora. Já a diária para carro é cobrada a R$ 15,00 enquanto para moto fica em R$ 10,00.

O levantamento detectou diferença nas cobranças que vão de 0% a 1.900% levando-se em conta que o tempo adicional de 15 minutos, para motos, custa R$ 5,00 no Estacionamento Stop Car enquanto no Zhu a cobrança é de R$ 0,25. Outra variação considerável (1.700%), diz respeito à permanência de motos por 15 minutos que, no Maxi Estacar são cobrados R$ 9,00 enquanto no Afonso Pena, apenas R$ 0,50.

A pesquisa, registrou também alguns itens que não há diferença de preços nos estabelecimentos visitados como é o caso de diárias para motos ou para carros.  Para a realização desta verificação, com o máximo de abrangência, foram elencados 30 itens e o trabalho se deu no período de 10 de agosto de 2019 a 19 de setembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Estado e Prefeitura iniciam processo de revitalização da Praça do Bonança
Cidade
Odilon Júnior participa de ato para regularização fundiária na “Favela do Linhão”
Cidade
“Precisamos de eficiência para atrair grandes empreendimentos”
Cidade
Marquinhos e presidente da “Águas” discutem projeto de esgoto no Rita Vieira
Cidade
Saiba quais ruas serão interditadas pela Agetran neste final de semana
Cidade
Ônibus quebra e prejudica passageiros na "hora do rush"
Cidade
Confira dicas de preenchimento correto do Alvará Imediato
Cidade
Recapeamento da 13 de Maio deve chegar a Fernando Correa nesta sexta
Cidade
Confira os locais de prova para candidatos a professor temporário estadual
Cidade
Obra no terminal Bandeirante começa a ganhar forma

Mais Lidas

Brasil
Vídeo - Eleição para síndico de condomínio termina em pancadaria
Polícia
Lista com nomes de fugitivos da prisão na fronteira é divulgada
Economia
Mato Grosso do Sul é o maior exportador de tilápia do Brasil
Justiça
Brasil fecha fronteira com Paraguai após fuga de presos neste domingo