Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 02
Cidade

Procon visita 138 estacionamentos e constata diferença de até 1.900% nos preços

Estacionamentos são todos da região central de Campo Grande

26 setembro 2019 - 11h33Vitória Ribeiro, com informações assessoria

Equipe de pesquisadores da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor - Procon/MS, saíram a campo realizando preços praticados por estacionamentos particulares situados na área central da Capital, ocasião em que visitaram 138 estabelecimentos, dos quais 105 estão sendo divulgados.

A diferença numérica entre os estacionamentos pesquisados e os divulgados ocorre em face de 33 deles não possuírem Alvará de Localização e Funcionamento o que configura desobediência ao Código de Defesa do Consumidor. Nas planilhas é possível detectar pontos divergentes ou que suscitam dúvidas uma vez que, no exercício do livre comércio, alguns locais utilizam métodos que, levados em consideração, os cálculos a respeito de tempo de utilização “não fecham”.

Um exemplo é o estacionamento do Posto Nossa Senhora Aparecida localizado na avenida Afonso Pena no centro de Campo Grande onde para permanência  de 15 minutos para carro ou moto são cobrados R$ 3,00. Para 30 minutos o valo pago é de R$ 5,00 para carro e R$ 3,00 para motos, valores que permanecem se  o tempo de utilização for de 45 minutos ou 1 hora. Já a diária para carro é cobrada a R$ 15,00 enquanto para moto fica em R$ 10,00.

O levantamento detectou diferença nas cobranças que vão de 0% a 1.900% levando-se em conta que o tempo adicional de 15 minutos, para motos, custa R$ 5,00 no Estacionamento Stop Car enquanto no Zhu a cobrança é de R$ 0,25. Outra variação considerável (1.700%), diz respeito à permanência de motos por 15 minutos que, no Maxi Estacar são cobrados R$ 9,00 enquanto no Afonso Pena, apenas R$ 0,50.

A pesquisa, registrou também alguns itens que não há diferença de preços nos estabelecimentos visitados como é o caso de diárias para motos ou para carros.  Para a realização desta verificação, com o máximo de abrangência, foram elencados 30 itens e o trabalho se deu no período de 10 de agosto de 2019 a 19 de setembro.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Obras na Ernesto Geisel serão retomadas amanhã
Cidade
“Fôlego para o setor”, diz Paulo Corrêa sobre resposta que beneficia transporte rural
Cidade
Confira o itinerário de fumacê nos bairro nesta sexta
Cidade
Capital terá sepultamentos até meia-noite
Cidade
Após demissões e terceirização, sindicato protesta contra Energisa
Cidade
Assembleia é cancelada e ônibus correm normalmente nesta sexta
Cidade
Greve: Campo Grande pode ficar sem ônibus nesta sexta-feira
Cidade
Prefeitura vai prorrogar “Refis da Saúde” até dia 20
Cidade
MP quer "Lei Seca" e bares fechados às 17h
Cidade
Vídeo: Em entrevista exclusiva ao JD1, prefeito sinaliza que não vai “fechar” a capital

Mais Lidas

Economia
Com totens indicativos, produtos de MS ganham destaque nas prateleiras
Campanha “Compre de MS” busca incentivar consumo de produtos da indústria local
Saúde
Vídeo: Recém-nascido recebe alta após superar coronavírus em MS
Internacional
Polícia tenta impor distanciamento em praia e é atacada
Geral
Focos de incêndios no Pantanal ultrapassam os 3,5 mil apenas em Corumbá